VÍDEOS

Mitos e verdades sobre a febre amarela

Com os surtos da doença em algumas regiões brasileiras, é importante ficar por dentro dos mitos e verdades sobre a febre amarela para se prevenir!

None
Foto Shutterstock | O mosquito Aedes aegypti, transmissor da Dengue, Zika e Chikungunya, também transmite a Febre Amarela

por Redação Alto Astral
Publicado em 27/03/2017 às 11:31
Atualizado às 10:37

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Com a epidemia de febre amarela em algumas cidades do país e a confirmação de casos isolados pelo Ministério da Saúde, a Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade (SBMFC) esclarece as principais dúvidas. “O grande risco é que se o hospedeiro humano (a pessoa que está com febre amarela) for picada pelo Aedes aegypti dentro da zona urbana, esse mosquito pode transmitir a febre amarela para outras pessoas do município – ciclo urbano, quando deixa de existir apenas em matas). Atualmente, a febre amarela está sendo considerada como ciclo silvestre, e todas as pessoas que tiveram confirmação da doença foram por picada de mosquitos que contraíram a doença de macacos”, explica Lucas Gaspar Ribeiro, médico de família e comunidade e membro da SBMFC. Diante disso, é importante ficar por dentro dos mitos e verdades sobre a febre amarela para não entrar e desespero e se prevenir. Aperte o play e confira!

Produção de vídeo: Bruna Ciafrei

Veja também:

Febre amarela: Anvisa divulga novos critérios para doação de sangue

3 dicas para prevenir doenças causadas por mosquitos

Tire todas suas dúvidas sobre repelentes