Continuação de ‘Verdades Secretas’ pode não passar em TV aberta

O elenco deverá permanecer o mesmo

verdades secretas
Foto: Reprodução/Globo

No último dia 9 de outubro, foi divulgada a notícia de que “Verdades Secretas” irá ganhar uma sequência que está prevista para chegar em 2021. Quem revelou a informação foi a colunista do jornal O Globo, Patrícia Kogut. Ao que tudo indica, a próxima etapa deverá contar com nomes como Marieta Severo, Reynaldo Gianecchini e Camila Queiroz, dando continuidade a seus papeis.

A continuação de Verdades Secretas

Além do elenco que deve permanecer praticamente o mesmo, o texto ficará por conta de Walcyr Carrasco e direção de Amora Mautner. Mas, a novidade ainda está por vir! Nesta quarta (23),  colunista voltou a revelar mais detalhes sobre o futuro da série.

Em sua primeira fase, a novela foi exibida no horário das 23h na Globo. Uma nova produção, “O selvagem da ópera”, também seria exibida nesta faixa, como o formato de “Verdades Secretas”. Mas, após algumas mudanças, o horário deixará de existir. A emissora passará a produzir séries de 50 capítulos exclusivas da plataforma de streaming Globoplay. Ou seja, a produção não será exibida na TV aberta!

Relelembre a história

A aclamada novela das 23h foi ao ar em 2015 pela emissora Rede Globo e chegou a ganhar o Emmy Internacional de melhor telenovela, além de levar Grazi Massafera à disputa de melhor atriz com sua personagem Larissa, modelo pertencente a mesma agência que a protagonista da trama. Outra conquista importante da produção foi o último capítulo da novela, que foi recorde de audiência com a morte do gato Alex (Rodrigo Lombardi), assassinado pela própria Angel.

A novela mais quente e amada pelo povo voltará com seus ‘books rosa’, segredos e reviravoltas para as telinhas. De acordo com o autor Walcyr Carrasco, a Angel (Camilla Queiroz) ganhará uma continuação da história mais secreta do Brasil. Em entrevista à revista Quem, ele contou seus planos para o projeto de Verdades Secretas 2.

“Deixei plantado ganchos para continuar. Ainda preciso pensar um pouco mais, mas o sucesso internacional está violento. A questão maior não é a história, mas os atores que estão comprometidos com muitos projetos. Então, não é uma coisa para amanhã”, declarou o autor.

Leia também: