UNCATEGORIZED

Sessão, seção e cessão: saiba a diferença e veja outras dicas de português

Algumas palavras costumam causar bastante problema na hora de escrevê-las. Qual usar: sessão, seção ou cessão? Veja essa e mais dicas de português

None
(Foto: Shutterstock Images)

por Redação Alto Astral
Publicado em 02/06/2017 às 13:00
Atualizado às 18:11

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Quem nunca ficou em dúvida, na hora de escrever, qual é o correto de usar para determinada finalidade: sessão, seção ou cessão? E mais, quem sabe utilizar corretamente todos os porquês? Essas e outras palavras são similares e acabam gerando confusão quando precisamos redigir algo, pode ficar pior quando temos que escrever um documento importante ou estudar para o vestibular. Para ajudar a entender todas essas regras gramaticais e melhorar a sua escrita, confira a lista abaixo com essas dicas de português.

Sessão, seção ou cessão

  • Sessão: significa um momento, um intervalo de tempo para se realizar um evento. Exemplo: Vamos assistir a sessão de cinema das 18h.
  • Seção: significa uma divisão específica para determinada coisa ou assunto. Exemplo: A seção de laticínios no supermercado.
  • Cessão: é o ato de ceder algo, entregar. Exemplo: O terreno foi cedido àquela família.

Por que, porque, porquê e por quê

  • Por que é escrito em frases interrogativas, mesmo que implicitamente, pode ser substituído por “pelo qual” ou ter a palavra razão implícita.  Exemplo: Eu sei o motivo por que ele me feriu. (Eu sei o motivo pelo qual ele me feriu) Por que os meninos estão de pé? (Por que razão os meninos estão de pé?);
  • Porque é utilizado quando queremos explicar algo, geralmente pode ser substituído por “pois”. Exemplo: Fui ao médico porque senti dores no peito. (Fui ao médico, pois senti dores no peito);
  • Porquê é um substantivo, virá acompanhado de artigo, numeral ou pronome, será determinado como qualquer outro substantivo. Exemplo: Não sabemos o porquê disso tudo.
  • Por quê será utilizado com o mesmo fim que por que, porém nos finais de frase. Exemplo: Ele me feriu por quê?

Senão e se não

  • Senão é um advérbio de advérbio de exclusão, pode ser trocado por “caso contrário”. Exemplo: Entre, senão te faço entrar!
  • Se não é uma possibilidade, algo que pode ocorrer, será substituído por “se por acaso não”. Exemplo: Viajaremos hoje se não perdermos o voo.

LEIA TAMBÉM