UNCATEGORIZED

Antes de escolher o novo corte, saiba diferenciar as técnicas mais usadas

Quer escolher o novo corte de cabelo e não sabe por onde começar? Confira nosso guia de técnicas completo e entenda qual o melhor método para o seu tipo de fio. Assim, fica muito mais fácil você se apaixonar pelo seu novo visual

None
Foto: iStock.com/Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 08/06/2018 às 10:30
Atualizado às 11:35

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Ao escolher o novo corte de cabelo, é importante saber qual técnica vai garantir o efeito desejado nas madeixas. Algumas tiram volume, outras deixam os fios mais encorpados, entre outros efeitos que elas proporcionam. Então, antes de transformar o visual, dê uma olhada no guia de métodos que trouxemos para você e escolha aquele que vai deixar você ainda mais linda!

Como escolher o novo corte:

Desfiado

Geralmente à navalha, esse corte é feito na diagonal e é capaz de deixar as pontas mais finas e os fios menos volumosos. Também pode ser cortado com a tesoura em madeixas secas.

Repicado

Ele dá um efeito irregular ao corte, deixando-o em camadas. Feito geralmente com a tesoura, é recomendado para dar movimento e leveza a cabelos lisos e finos e também dar forma aos cacheados.

Em camadas

Bastante versátil, esse estilo é capaz de aumentar ou diminuir o volume dos fios. Consiste em cortar o cabelo em camadas na horizontal, formando uma espécie de dégradé. Como as madeixas ficam em tamanhos diferentes, o resultado é um look suave, moderno e com movimento.

Fio reto

Como o próprio nome sugere, é o tipo de corte feito para deixar os fios bem-acabados ou geométricos, de modo que fiquem numa mesma linha. A melhor forma de fazê-lo é com a cabeleira molhada. “É indicado para cortes clássicos, ideal para quem tem cabelo liso e pesado”, explica Marcos Coraza, hairstylist do salão Gilberto Cabeleireiros, de São Paulo.

Perfilado

Semelhante ao corte desfiado, nele os fios são repicados de forma a acompanhar o perfil da face, moldando o rosto. Mais indicado para cabelos grossos, tanto lisos quanto ondulados. É feito com a cabeleira seca usando uma tesoura bem afiada para cortar as madeixas com precisão.

Picotado

É o tipo de corte ideal para quem tem cabelo fino, mas que não gosta da navalha. É feito com a ponta da tesoura em pequenos picotes, o que resulta em um look repicado. Pode ser usado tanto para criar volume quanto para dar leveza e movimento no visual.

Texto: Redação Alto Astral | Consultoria: Marcos Coraza, hairstylist do salão Gilberto Cabeleireiros, de São Paulo

LEIA TAMBÉM