Corte chanel: prático, elegante e clássico, ele está sempre em alta!

O corte chanel é atemporal, prático e deixa qualquer mulher mais bonita e elegante. Saiba um pouco mais sobre a história desse queridinho

None
Foto: Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 30/11/2017 às 07:58
Atualizado às 13:58

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

O corte chanel só não é mais versátil que a sua criadora, Coco Chanel. Segundo a lenda, em uma noite de 1918, Gabrielle (seu verdadeiro nome) estava de saída quando o aquecedor do banheiro queimou as pontas do seu cabelo. “Diz a história que ela juntou seu cabelo para trás e passou a tesoura, o que deixou os fios bem mais curtos na nuca e alongados na frente”, conta o hairstylist Marcos Coraza, de São Paulo. Pronto! O clássico estava criado. Depois disso, as mulheres da época imitaram a famosa estilista francesa e o corte virou moda na década de 20.

O legado

Desde aquela época, as mulheres procuravam ousar nos cabelos e o estilo chanel clássico, reto e com franja, era o corte ideal. “O visual também foi adotado nos anos 60, momento no qual o público feminino buscava uma alternativa aos penteados ousados da década. Nos anos 80, quando as mulheres foram se inserindo no mercado profissional, o corte era perfeito, e ainda hoje o chanel clássico é amplamente usado”, enfatiza a hairstylist Therezinha Andrade, do Rio de Janeiro.

Mudanças no corte chanel

O corte sofreu variações e ficou ainda mais prático, saindo um pouco fora do clássico simétrico. O visagista Arnoldo Lulsdorf, de São Paulo, comenta sobre os variados estilos de chanel que estão sendo usados: “Atualmente, as mulheres variam entre o chanel de bico, onde as pontas são mais longas (ideal para rostos mais arredondados); o chanel assimétrico, uma ponta é mais comprida do que a outra (perfeito para rostos muito angulosos); o chanel desfiado, em que ganha-se leveza e favorece a mulher com cabelos finos, dando mais volume; e o chanel com a nuca batida, que dá um ar mais ousado.” Por ser muito versátil, o estilo pode ser adaptado para qualquer tipo de rosto, basta adequar conforme suas variações.

Texto: Redação Alto Astral | Consultoria: Marcos Coraza, hairstylist de São Paulo; Therezinha Andrade, hairstylist do Rio de Janeiro; Arnoldo Lulsdorf, visagista e hairstylist de São Paulo

LEIA TAMBÉM

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.