Um Japão diferente: conheça a ilha de Okinawa

Okinawa une a tradicional cultura japonesa com as suas peculiaridades próprias. Na gastronomia, cultura e até idioma, tudo tem um tom único e autêntico.

Por Vinicius Galico - 23/11/2017

Foto: Wikimedia Commons

No arquipélago Okinawa as coisas possuem um “quê” de diferente do resto do Japão. Tudo tem sua identidade própria, gostos, sabores, cheiros, sons e sensações, cores. O conjunto de ilhas está localizado no extremo sul do país, entre Kyushu e Taiwan. Seus antepassados, do antigo reino de Ryukyu, viviam em uma encruzilhada comercial entre os povos malaios, chineses e nipônicos. Dessa mistura surgiu uma cultura própria e peculiar, com um dialeto distinto do japonês.

O que fazer

As grandes atrações de Okinawa são as suas praias de areias brancas e finas, e as águas de um azul cristalino. Existe para todos os gostos: de grandes resorts em plena efervescências à ilhotas desertas onde a calmaria impera. É possível praticar esportes aquáticos, velejar, passear de caiaque, mergulhar e visitar fantásticos ambientes marinhos ou simplesmente lagartear sob o sol. Além disso, as ilhas oferecem uma cultura bem distinta do resto do Japão, além de construções históricas belíssimas. se você é fã de Karatê, saiba que Okinawa é a “pátria” da modalidade.

Gastronomia

Quando o assunto é gastronomia, você tem duas opções. A primeira é visitar uma das tradicionais casas de sushi e sashimi, iguais as espalhadas por todo o resto do Japão. A outra, é mergulhar em toda particularidade e exotismo da culinária local do arquipélago. Muitos restaurantes possuem cardápios em inglês, o que auxilia muito na hora de escolher o que comer. Outros, sequer aceitam turistas estrangeiros. Isso acontece, principalmente, pela grande presença de militares dos Estados Unidos desde a invasão da ilha no final da Segunda Guerra Mundial. Ah, sim, quase esquecemos! Quando em Okinawa, você não pode deixar de provar a tradicional cerveja local, ou o awamori, uma espécie de aguardente feita de arroz.

LEIA TAMBÉM