Transtorno de Dependência à Internet: você sabe o que é?

Além de afetar o psicológico, o problema pode interferir também na saúde física, como na qualidade do sono

mulher com transtorno de dependência à internet
Por Flávia Magalhães - 14/11/2018

As luzes azuis do celular prejudicam a qualidade do sono | Foto: Shutterstock

“Complicações como dependência do uso da internet e prejuízos na qualidade e quantidade do sono têm sido cada vez mais reconhecidos e estudados”, adverte Fernando Morgadinho, médico, professor adjunto de Neurologia da Universidade Federal de São Paulo e diretor da Academia Brasileira de Neurologia (ABN). “O prejuízo nas horas de sono se dá, muitas vezes, pelo uso compulsivo de computadores, tablets e smartphones. Hoje em dia reconhecemos o Transtorno De Dependência à Internet e o Vício Eletrônico, que são alterações psiquiátricas com a prevalência crescente. O usuário compulsivo pode ter até uma perda de sono proposital para manter o vício”, complementa o especialista.

A culpa está na tela

Os aparelhos eletrônicos emitem muita luz azul, espectro de luz que inibe a liberação de melatonina, hormônio responsável pela indução do sono. “Pessoas que têm o hábito de passar um tempo no celular antes de dormir, seja para ver filmes, acessar as redes sociais ou jogar, por exemplo, sofrem um grande risco de piorarem o sono”, alerta Morgadinho. Não há um consenso sobre um limite seguro de horas para a utilização do computador. Porém, o médico informa que alguns autores descrevem que o uso acima de duas horas por dia após o horário escolar pode ter impacto no sono de adolescentes. “Mas a quantidade ideal ou segura para o uso do computador vai depender de vários fatores, como a profissão de cada pessoa, por exemplo. Assim, o limite do uso de horas é difícil de se estabelecer”, comenta o expert.

Use com moderação!

Normalmente, segundo Morgadinho, para evitar o Transtorno de Dependência à Internet é recomendável que se evite o uso de aparelhos eletrônicos duas horas antes de dormir. Outra alternativa que diminui o risco para o prejuízo do sono é o uso de filtros de luz azul nas telas ou diretamente no aparelho.

Você está seguro do Transtorno de Dependência à Internet?

É importante saber reconhecer os sinais de alerta que caracterizam o abuso e provavelmente a dependência dos aparelhos eletrônicos. Comece a pensar duas vezes nos seus hábitos antes de se deitar caso se encaixe em pelo menos três dos itens abaixo:

  • Gasta as horas de sono para ficar no computador;
  • Sempre fica mais tempo conectado do que pretendia;
  • Perdeu amigos ou recebe queixas de familiares sobre o tempo que passa no celular ou computador;
  • Prejuízo no desempenho ou na produtividade no trabalho devido à Internet;
  • Fica irritado quando alguém atrapalha enquanto você está conectado;
  • Tenta reduzir a quantidade de tempo gasto na internet e não consegue;
  • Fica deprimido ou nervoso quando não está conectado e isso desaparece quando volta a estar ligado.

 

LEIA TAMBÉM:

Cinco dicas de segurança na interne para garantir sua privacidade

Phishing: como se proteger do “roubo virtual” nas redes sociais

Fact-checking ajuda você a se proteger de notícias falsas