Transição capilar: saiba como dar vida e assumir novamente os cachos!

Depois de anos de alisamento, o cabelo cacheado deve passar por um processo para voltar ao natural. Conheça dicas sobre a transição capilar!

3 Mulheres, negras, cabelos curtos, cacheado, liso e ondulado, sorrindo
Foto: Shutterstock.com

Cada dia mais as mulheres negras estão valorizando sua identidade com madeixas volumosas e encaracoladas. Mas, às vezes, o alisamento feito anteriormente impede que os cachos criem o formato e o caimento desejados. Por esse motivo, investir em um corte curto pode ajudar a eliminar as pontas alisadas e acelerar o processo de transição.

 

Mulher, negra, magra, cabelo curto

Foto: Shutterstock.com

Opte pelo curto!

A tesoura contribui para essa missão, liberando os cachos. “Uma parte desse cabelo já foi tratada mecanicamente ou quimicamente, então, as fibras desses fios já estão transformadas. Dependendo da técnica utilizada ou da forma como os cachos serão reativados, o corte é interessante para dar uma nova história às madeixas e fazer com que não sofram tanto durante o processo de mudança”, sugere Mariana Martins, educadora da Soft Hair Cosmeticos.

Fortificando os fios!

Após muitos processos químicos, os cabelos podem ficar fracos e quebradiços. Para quem está passando pela transição do liso para o afro e deseja recuperar os fios, é importante apostar em alguns produtinhos. “Gradativamente, podemos recuperar os danos causados por agentes químicos, considerando o biotipo do cabelo e levando em conta a resposta para cada ativo, por exemplo: óleos, silicones, manteiga de karité e ceramidas, colágeno, argan, coco, monoil, entre outros”, explica Mariana Martins.

Em processo de transição capilar!

3 Mulheres, negras, cabelos curtos, cacheado, liso e ondulado, sorrindo

Foto: Shutterstock.com

Durante esse período, muitas optam por escovar a raiz do cabelo, deixando-a mais igualada às pontas. Mas isso pode não ser bom para seus fios. “Para quem está em processo de transição, o indicado é não fazer uso de escova e chapinha com frequência, pois isso fará com que demore mais para o cacho tomar formato definido novamente”, alerta Mariana Martins. Por isso, é importante cuidar dos cabelos para obter os fios perfeitos novamente. Mas, se alisar os cachos não é uma boa opção, por que não cachear as pontas alisadas? É possível inverter o processo de homogeneização dos cabelos e ficar com o visual incrível! Algumas ferramentas podem ajudar nessa missão, como: secador, chapinha, babyliss, bobes, entre outros. “São artifícios utilizados para fazer um cacho temporário”, reforça a educadora Mariana Martins.

Diversifique!

Outras sugestões para quem decidiu assumir os cachos é o rabo de cavalo ou coque. “Após aplicar o leave-in, é preciso deixar o cabelo secar completamente, depois é só prender e fazer um belo penteado”, detalha Fernando Paolo, hairstylist visagista do Studio Fernando Fernandes. Essas são ótimas opções para quem espera os fios crescerem e, segundo o especialista, pode levar de seis meses a dois anos para cortar toda a parte alisada – cortando-a de três em três meses.

Texto: Juliana Borges/Colaboradora | Consultoria: Fernando Paolo, hairstylist visagista do Studio Fernando Fernandes, de São Paulo, www.fernandofernandes.com.br; Mariana Martins, educadora da Soft Hair Cosméticos

LEIA TAMBÉM