Tomate: confira os tipos e não o deixe de fora do seu cardápio!

Ele apresenta diversos benefícios, como prevenção de doenças cardíacas e câncer, e também é rico em variedades. Confira algumas variedades!

Tomates, vermelhos, maduros, fundo vermelho
Foto Shutterstock,com

O tomate é uma boa fonte de potássio, fibras, ácido fólico, além de pró-vitamina A e vitamina C. Isso sem falar na grande concentração de licopeno, substância responsável pelo tom vermelho do alimento e que é capaz de prevenir problemas cardíacos e o desenvolvimento de diversos tipos de câncer.

 

Tomates, vermelhos, maduros, fundo vermelho

Foto Shutterstock.com

 

Seja como coadjuvante em sanduíches e saladas ou como ingrediente principal, no caso de molhos e sopas, o tomate é um dos principais alimentos do cardápio do brasileiro. E a variedade dele faz jus ao seu grande consumo. Pelo menos sete tipos são vendidos nas feiras e nos mercados e cada um deles é indicado para um tipo diferente de prato ou preparo.

Caqui

Tem consistência firme e seu sabor não é muito adocicado, apresentando acidez e frescor intermediários. Fica ótimo em saladas, pizzas e vinagrete.

Carmem

É o mais firme de todos e é especialmente indicado para saladas e recheios que vão ao forno.

 

tomate

Foto Shutterstock.com

 

Débora

Esse tipo é levemente achatado nas extremidades e costuma ser menos carnudo do que o italiano. Em compensação, apresenta mais sementes e água. É bastante usado em molhos e para fazer tomate-seco.

Italiano

É alongado e oval. Já a polpa é sólida, adocicada e apresenta pouca semente. É perfeito para ser usado no preparo de molhos e purês.

 

molho de tomate

Foto Shutterstock.com

Holandês

É menor do que o caqui. Quanto ao sabor, tem baixa acidez e apresenta doçura acentuada. Cai bem com saladas, pratos preparados ao forno e molhos.

 

Leia também: 

 

Tomate cereja

Pequeno e com intenso sabor adocicado, além de apresentar alto teor de água. É o mais indicado para canapés, saladas ou para decorar pratos.

Sweet grape

Essa variação é pequena, como o cereja, mas é mais alongada. O sabor também é semelhante, ou seja, doce e intenso. Combina com saladas e faz boa dupla também com peixes ou queijos azedos.