Tomate seco: conheça as vantagens e desvantagens do alimento

Conheça as principais propriedades do tomate seco e as vantagens e desvantagens em relação normal

tomate seco
Por Jussara Tech - 24/10/2016

FOTO: Shutterstock

O tomate seco rende boas combinações na cozinha, incrementa variados pratos e ainda é uma delícia. Por isso, ele conquistou os paladares mais refinados e é famoso em receitas como risoto e pizza. Mas será que ele é tão saudável quanto o vegetal in natura? A resposta é sim, embora ele carregue uma pequena carga de sódio e gordura na sua conserva. Por isso, de acordo com a nutricionista Ângela Cardoso, o ideal é não abusar da quantidade. “Quem tem problema de pressão alta e obesidade, principalmente, deve tomar cuidado para não consumir demais”, destaca.

tomate seco

FOTO: Shutterstock

Vermelho poderoso

O licopeno, pigmento que caracteriza a cor carmim do tomate, é um excelente antioxidante. Ele combate os radicais livres e ajuda a formar uma barreira de proteção contra diversos tipos de câncer, principalmente o de próstata. Pesquisas mostram que, no processo de desidratação pelo qual passa o tomate seco, essa substância se concentra e aumenta sua potência, sendo três vezes maior no produto em conserva do que no fresco (Tomate seco: 5,51 mg/ Tomate fresco: 1,74 mg). Além disso, o óleo utilizado na conserva facilita a absorção do licopeno pelo organismo, aumentando ainda mais seu poder antioxidante.

O tomate seco possui em comparação com o fresco

  1. Quase o dobro de vitamina A
  2. O triplo de licopeno
  3. Seis vezes mais potássio
  4. Sete vezes mais magnésio
  5. O tomate seco é fonte de vitaminas C, B, E, ácido fólico, zinco e fósforo

Cuidado!

Embora ele seja rico em nutrientes, o tomate seco é bastante calórico e possui quantidades elevadas de sódio e gordura, o que não é indicado para pessoas hipertensas e que precisam de dietas restritivas em gordura.

Calorias…….. 213kcal

Sódio………… 266mg

Gordura…….. 14g

LEIA MAIS:

Redação Alto Astral