Manchas de limão na pele: como eliminar e quais cuidados tomar durante o verão

Com a exposição ao sol, o limão pode ser um vilão para a sua pele! Veja como evitar as manchas e eliminá-las da forma correta

Manchas de limão na pele: como eliminar e quais cuidados tomar durante o verão
Por Mariana Kohlrausch - 15/02/2018

Foto: Shutterstock Images

Você deve ter ouvido muitas vezes que limão e sol não combinam, não é? Infelizmente, essa fruta muito presente nas bebidas e aperitivos durante o verão, pode trazer manchas e queimaduras sérias na pele quando em contato com os raios solares. É por isso que os cuidados ao manusear essa fruta na praia ou à beira da piscina são tão importantes e não devem ser negligenciados. As manchas de limão, muito comuns nessa época do ano, também são conhecidas como fitofotomelanose e podem ser muito mais que marcas escura na pele.

Na verdade, o tom escuro adquirido na superfície da pele é uma queimadura, causada pelo contato do corpo com a substância furocumarina, presente no sumo e na casca do limão. Esse composto potencializa o efeito do sol e da radiação na pele desprotegida, provocando maior produção de melanina na área e queimaduras que podem causar bolhas.

E fique atenta, pois mesmo debaixo do guarda-sol podem ocorrer manchas de limão na pele! Mesmo com a falsa sensação de não estar exposta, o reflexo do sol na areia e o mormaço entram em contato com a substância do limão. Por isso, a melhor maneira de evitar o problema é lavar muito bem as mãos ou qualquer área do corpo com água e sabão.

O que fazer em caso de manchas de limão na pele?

LEIA TAMBÉM