Thetahealing: como a técnica proporciona bem-estar mental

Hoje em dia, existem diferentes vertentes terapêuticas que buscam garantir o bem-estar de forma natural àqueles que sofrem com os sintomas de distúrbios mentais e, dentre elas, podemos citar o thetahealing. Saiba como essa influencia suas ondas cerebrais, proporcionando relaxamento

Mão tocando um cérebro com o dedo indicador. A foto busca ilustrar a ação do thetahealing no cérebro
Foto: Shutterstock.com

Quando a norte-americana Vianna Stibal descobriu que estava com um câncer progressivo no fêmur, os seus olhos se voltaram para alternativas na medicina que divergiam dos métodos convencionais. Foi quando, durante a meditação, atingiu um estado no qual teve contato com ondas theta, alcançadas no período profundo da prática, cujo o potencial está associado à cura de doenças, como é explorado pela técnica criada por Vianna, nomeada thetahealing.

Mas o que é thetahealing?

Durante sua atividade, o cérebro humano pode ser medido em ciclos por segundos. As ondas propagadas e medidas em hertz (Hz) apresentam os estados nos quais a mente se encontra, podendo auxiliar na mudança de padrões considerados bloqueadores de aspectos saudáveis. Por meio desse exercício, o indivíduo praticante é capaz de chegar ao nível de cura energética a partir da reformulação de experiências.

A terapeuta Rafaela Generoso explica que “com a prática da técnica, a frequência theta é atingida em segundos e possibilita a transformação do sistema de crenças”. Assim, o profissional é capaz de adentrar em instâncias da mente onde os padrões bloqueadores atuam.

“O especialista consegue auxiliar na eliminação de crenças negativas e limitantes”, completa a terapeuta.

Na prática

Com a liberação de substâncias atuantes no cérebro, a pessoa que opta pelo tratamento por meio do thetahealing tem efeitos nos níveis de estresse e ansiedade, fatores que podem estar associados a doenças como transtornos alimentares, problemas cardíacos e depressão. “Afim de se ter uma melhor eficácia e eficiência na aplicação da técnica, é sugerida a presença de um profissional, afinal, não se sabe que tipo de crenças e memórias podem ser acessadas e quais reações podem ser ocasionadas”, sugere Rafaela.

LEIA TAMBÉM

Texto e entrevista: Rafael de Toledo/Colaborador – Edição: Giovane Rocha

Consultoria: Rafaela Generoso, terapeuta quântica e CEO founder do Instituto Rafaela Generoso de Desenvolvimento Humano