14 temperos medicinais que ajudam a curar doenças

Aprenda a deixar a saúde em dia com esses ingredientes ótimos para reumatismo, azia, má circulação e muitos outros problemas

temperos medicinais
Foto: Shutterstock

Não é novidade que uma alimentação balanceada faz toda a diferença no dia a dia. E, dependendo dos ingredientes que cada prato leva, ainda é possível melhorar – e muito – a saúde do organismo. Para isso, existem diversos tipos de temperos medicinais que podem agregar de forma saborosa e nutritiva ao cardápio.

Provavelmente, você já os consome ao longo da rotina. Mas, o que talvez não saiba é o que eles são capazes de fazer, assim como todos os seus benefícios. Outra vantagem seria a versatilidade de várias espécies, que podem ser facilmente utilizadas em sobremesas, entradas, frutas e sucos. Além, é claro, de também trazem a opção de serem cultivadas em casa, tornando tudo ainda mais natural.

Adicione esses temperos medicinais as suas refeições

Alecrim

“É utilizado para má digestão, asma, bronquite, tosse, reumatismo e problemas cardíacos”, afirma José Bassit, especialista em medicina complementar e fitoterapia. A planta ainda estimula a digestão de gorduras, reduz a formação de gases, protege o fígado e alivia cólicas menstruais. Atua como expectorante, aliviando a tosse e o muco.

Alho

“É rico em selênio e zinco, que auxiliam na prevenção de doenças cardíacas e são antioxidantes, evitando o envelhecimento precoce”, afirma a nutricionista Talitta Maciel. Também é considerado diurético, ajudando a reduzir a retenção de líquidos e, consequentemente, o inchaço. Ainda ajuda na prevenção de câncer, além de atuar como anticoagulante.

Cebola

Seus compostos sulforosos, responsáveis pela ardência dos olhos e o gosto ardido, agem de forma anti-inflamatória, impedindo a formação de coágulos e acabando com os depósitos de gorduras nas paredes das artérias. A cebola combate doenças cardíacas, evita formação de coágulos sanguíneos, inibe a formação de tumores no intestino, reduz o risco de câncer e tem ação antibacteriana e antiviral.

Cebolinha

“O uso diário de cebolinha nas refeições ajuda a controlar a pressão arterial, reduzir o risco de aterosclerose e a incidência de câncer de esôfago e de estômago”, garante a nutricionista. Além disso, possui uma alta capacidade digestiva.

Gengibre

Possui uma substância chamada gingerol, que ainda proporciona propriedades termogênicas (que aumentam a temperatura corporal, facilitando a queima de calorias). O gingerol é dotado de propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias, que protegem o organismo de bactérias e fungos. A raiz também é composta por vitamina B6, assim como em potássio e magnésio.

Hortelã

Possui propriedade antisséptica, expectorante, antioxidante e antiviral. Além disso, atua no alívio às dores e inflamações dentárias.

Louro

Disponível em forma de folhas e pó, é um auxílio e tanto para tratar problemas estomacais, como azia, má digestão e gases. O louro ainda atua na redução da retenção de líquidos, o que também lhe caracteriza como diurético.

Manjericão

“É popularmente utilizado para melhorar a digestão das gorduras, eliminar os gases intestinais, auxiliar nas dores reumáticas e nos problemas respiratórios”, comenta José. Além disso, o consumo da erva auxilia no alívio dos incômodos decorrentes da azia e má digestão.

Noz-moscada

Contém propriedades anti-inflamatórias e calmantes, além de promover bem-estar ao sistema gastrointestinal, favorecendo a digestão.

Orégano

Com poder antioxidante, auxilia na prevenção do envelhecimento celular. Desta maneira, um dos benefícios dos temperos medicinais com essa composição é proteger de várias doenças, como o câncer. Além disso, o chá feito com a erva possui uma leve propriedade diurética, o que ajuda a evitar a retenção de líquidos.

Páprica

Fonte de capsaicina, antioxidante que previne tumores, além do envelhecimento precoce. Ele também ajuda a afastar sintomas como tristeza, ansiedade e nervosismo. É capaz de afastar dores articulares e melhorar a circulação do sangue.

Pimenta

“Os benefícios dos temperos ricos em vitaminas A, C e E, como a pimenta, é que são potentes antioxidantes que retardam o envelhecimento e combatem os radicais livres. Também contém licopeno, substância que protege as artérias e a próstata, prevenindo doenças cardíacas e câncer”, destaca a nutricionista Lilian Speziali.

Salsinha

As folhas são excelentes contra retenção de líquidos e ainda ajudam no tratamento de gota e pedras nos rins. “É um excelente digestivo, anti-inflamatória e tônico do pulmão, melhora a circulação e fornece cálcio”, complementa José.

Tomilho

É eficiente contra gases intestinais, facilita o processo digestivo e a expectoração do catarro. Ainda ameniza tosses, dores de garganta, bronquite, além de melhorar infecções na pele e cólicas.

Lembrando que os benefícios dos temperos medicinais são ótimos para a saúde no dia a dia, mas não substituem qualquer tratamento ou medicação. Jamais interrompa uma terapia apenas por consumi-los, eles servem como fortes aliados e complementos.

Leia também: