Substitutos do bem: troque os alimentos que atrasam o emagrecimento

Confira alimentos que podem ajudar a turbinar a sua perda de peso

Foto de uma mulher de cabelo castanho claro e blusa branca em pé. Ela segura na mão esquerda um croissant e na direita uma maçã verde e olha para o croissant com cara de dúvida. A imagem ilustra a matéria que fala sobre substitutos do bem, de alimentos que engordam por outros pouco calóricos
Por Ana Letícia Carvalho - 12/10/2018

Foto: Shutterstock Images

A vontade de emagrecer é muita, mas algo está te impedindo de ter o corpo dos sonhos? Cuidado, o perigo pode estar na sua cozinha! O uso de alguns alimentos na rotina pode dificultar e retardar o emagrecimento. Confira em quais substitutos do bem apostar e sua dieta será um sucesso!

Pão pela tapioca

Substituir o pão pela tapioca é uma boa aposta, já que o alimento também é grande fonte de energia. “Seu principal nutriente é o carboidrato, mas também contêm vitaminas do complexo B, B1, B6, ácido fólicos, e minerais”, destaca Christiane Bergamasco, nutricionista funcional. Uma ideia é turbinar a tapioca com grãos ricos em fibras, como a chia.

Amarelos pelos brancos

Os queijos amarelos possuem um alto valor calórico, além de serem bastante gordurosos. Que tal substitui-los pelo queijo minas, ricota ou cottage?

Carnes gordas pelas magras

As carnes são importantes fontes de ferro e proteína, mas podem ser vilões quando o assunto é gordura. Opte por cortes magros como o acém e a alcatra. “Os cortes gordos são ricos em gordura saturada e ácido araquidônico, um tipo de gordura que facilita a disposição de colesterol na parede dos vasos sanguíneos, além de serem muito calóricos”, explica a nutróloga Tamara Mazaracki.

Açúcar pelo coco

Ele possui vários nutrientes e ainda deixa um gostinho saboroso e adocicado! “O coco apresenta antioxidantes, fortalece o sistema imunológico, regula o intestino e a glicemia”, conta a nutricionista Isabel Andrade. Você ainda pode optar pelo uso do mel e do adoçante natural estévia.

Refinados pelos integrais

Se você não consegue ficar sem carboidratos como arroz, macarrão e farinha, que tal trocá-los pela sua versão integral? Os alimentos integrais são digeridos de forma mais lenta, reduzindo a quantidade de açúcar liberada no organismo.

Sempre natural!

É importante evitar o consumo de qualquer alimento industrializado ou enlatado. Apesar da praticidade, a quantidade de aditivos químicos inseridos nos alimentos pode, a longo prazo, ser prejudicial a saúde. “O consumo excessivo de produtos industrializados tende a gerar intoxicações complexas no organismo, além de prejudicar o metabolismo orgânico”, explica Eliane Petean Arena, nutricionista.

Consultoria: Tamara Mazaracki, médica nutróloga e ortomolecular, Rio de Janeiro (RJ); Christiane Bergamasco, nutricionista funcional especializada em nutrição hospitalar, São Paulo (SP); Isabel Andrade, nutricionista da Venutri, São Paulo (SP); Eliane Petean Arena, nutricionista, Bauru (SP) | Texto: Redação Alto Astral

LEIA TAMBÉM