Solteira aos 40: a falta de um par pode afetar a vida de uma mulher?

Será que estar solteira aos 40 significa falta de felicidade na vida de uma mulher? Trouxemos algumas provas de que a nossa melhor companhia somos nós mesmas!

mulher de costas com os braços levantados
Foto: Shutterstock.com

Seja por conta de projetos pessoais, planejamento familiar, mercado de trabalho, entre outros motivos, as mulheres estão deixando de se casar. Por que isso acontece? Estar solteira aos 40 ou mais pode significar falta de felicidade? A psicóloga Lizandra Arita explica.

Tempos modernos

“Antes de mais nada, é preciso considerar um aspecto social e cultural muito importante: há alguns anos, as mulheres não trabalhavam, se casavam cedo e logo engravidavam, pois essa era a função que se esperava delas”, pontua Lizandra. Hoje, ao contrário, as mulheres têm protagonismo: estudam, trabalham e querem se realizar profissionalmente, buscando cargos e projeção financeira no mercado de trabalho. Por isso, os relacionamentos acabam ficando em segundo plano.

Solteira aos 40: exigências sociais

Embora os papéis femininos impostos pela sociedade tenham passado por transformações importantes ao longo do tempo, as mulheres que não se casam e/ou não têm filhos continuam a ser cobradas por isso. “Essas sempre foram as duas funções principais das mulheres. A sociedade ainda espera que a mulher ocupe as funções tradicionais. Assim, quem não segue essas regras parece estar renegando a própria natureza”, comenta a especialista, que ainda completa: “O pensamento chega a ser cruel e opressor: ‘se não pode ter filhos é uma pobre coitada, se não quer ter filhos é uma fria, sem sentimentos’”.

Autocobranças

As cobranças sociais são tão evidentes que as mulheres acabam exigindo de si mesmas a repetição desta cultura. De acordo com Lizandra, “mesmo as mulheres esclarecidas e independentes, com alto nível educacional e social, de forma inconsciente, desejam ser aceitas, pois todos querem fazer parte de um grupo e, ser de alguma maneira, aquilo que a maioria é. Isso acaba confundindo a mulher: será que ela realmente quer se casar? Será que ela está preparada para ter filhos? Pode ser que não! Pode ser que elas tenham outras formas de realizarem-se pessoalmente”.

Dificuldades em achar um par

Após os 40, fica ainda mais difícil encontrar alguém que aceite a mulher com todo o seu passado e história de vida. “Acredito no machismo absoluto sobre as mulheres. Um grande número de divorciadas e/ou com filhos sofrem preconceito e não conseguem um novo relacionamento. É claro que a sociedade tem mudado, mas a hegemonia machista ainda existe”, defende a psicóloga.

Vida solitária?

Não, a solteirice não significa que você viverá sozinha para sempre. Lizandra defende que “existem mulheres muito bem resolvidas, que não se casam por livre escolha. O tal mito da Cinderela, em que as mulheres só podem ser felizes casadas, tem deixado de existir. Mulheres que estão se resolvendo internamente, que se realizam de outras formas, com carreira, estudos, viagens, amigos, cursos, podem viver muito bem sem um casamento.”

Texto: Flávia Magalhães/Colaboradora

LEIA TAMBÉM