Significado da Semana Santa: entenda o que cada dia representa

Prepare-se para viver esse período tão importante, compreendendo a realidade por trás do sofrimento de Cristo

significado da semana santa
Foto: iStock

Conhecer o significado da Semana Santa é compreender um tempo de reflexão e penitência muito especial para os cristãos. Ela se inicia no Domingo de Ramos e termina com a celebração da Páscoa. Este deve ser um período de contemplação sobre o sofrimento de Cristo pela humanidade, análise dos nossos erros e, sobretudo, de renovação da nossa fé e da nossa esperança com a ressurreição de Jesus.

Desvende os mistérios por trás do significado da Semana Santa

Dia 1 – Domingo de Ramos

Montado em um jumento e na companhia dos apóstolos, Jesus faz a sua entrada triunfal em Jerusalém. As pessoas, com ramos nas mãos, saudavam e aclamavam Cristo como o Messias. Atualmente, durante as missas realizadas neste domingo, os fieis levam seus ramos para serem benzidos pelo sacerdote. Algumas pessoas costumam guardar os ramos secos como forma de se protegerem de tempestades, por exemplo.

Reflexão: na Bíblia, leia o capítulo 19 de Lucas e reze um Pai-Nosso.

Dia 2 – Segunda-feira da Semana Santa

Em Betânia, lugarejo próximo a Jerusalém, Jesus esteve na companhia de Marta, Lázaro (ressuscitado por Cristo) e de Maria que, naquele dia, ungiu os pés de seu Filho com perfume e os enxugou com os seus cabelos.

Reflexão: leia o salmo 145 do livro sagrado e reze um Pai-Nosso.

Dia 3 – Terça-feira da Semana Santa

Depois de sair da casa de Lázaro, Jesus encontra com Pedro e revela que, antes do cantar do galo, o apóstolo o negaria três vezes.

Reflexão: leia o capítulo 55 de Isaías na Bíblia e reze um Credo.

Dia 4 – Quarta-feira da Semana Santa

Em troca de trinta moedas de prata, Judas Iscariotes, um dos doze apóstolos, promete aos sumo sacerdotes entregar-lhes o Filho de Deus.

Reflexão: leia o capítulo 8 de Romanos e reze uma Glória ao Pai.

Dia 5 – Quinta-feira da Semana Santa

Dia em que ficou instituída a Sagrada Eucaristia. Antes da Santa Ceia, Jesus, como sinal de humildade, lavou os pés dos apóstolos. Em seu infinito amor e já prevendo que seria traído, o Filho de Deus encontrou um modo de nos deixar o seu Corpo e o seu Sangue consagrando e partilhando o pão e o vinho.

Reflexão: leia os capítulos 26 de Mateus e 22 de Lucas, e reze uma Glória ao Pai.

Dia 6 – Sexta-feira da Paixão

Segundo a Bíblia, dentre o significado da Semana Santa, esse é o dia ideal para fortalecer a fé e a esperança. Também é tempo de renovar a coragem para enfrentar os problemas do cotidiano. É o momento em que os fieis relembram com tristeza o sofrimento de Cristo que morreu para nos livrar de todos os pecados.

Reflexão: na Bíblia, leia o capítulo 23 de Lucas e recite o salmo 22.

Dia 7 – Sábado de Aleluia

Período para meditação e conversão. Em oração, é o momento para compartilhar a dor de Maria, mãe do Filho de Deus. No Santo Sepulcro encontra-se o corpo de Cristo. Além de uma lição espiritual para a humanidade, ele nos deixa a sua história de fé em Deus, seu Pai.

Reflexão: leia o capítulo 22 de Lucas, o salmo 61 e reze um Pai-Nosso.

Domingo de Páscoa

Depois de passar por muita humilhação e sofrimento, Cristo vence a morte e a ressurreição é anunciada para nos provar a existência do poder divino. Para que tudo o que Jesus viveu não tenha sido em vão, devemos sempre transmitir as suas mensagens e vivermos na graça do Senhor.

Reflexão: leia o capítulo 24 de Lucas do livro sagrado e reze um Credo.

Leia também: