Sem açúcar: veja 8 alimentos que adoçam sem prejudicar seu organismo!

Mel, tâmara, baunilha e outros ingredientes incríveis que adoçam suas refeições e ainda auxiliam na manutenção da saúde e qualidade de vida

alimentos que adoçam
Foto: Shutterstock.com

O açúcar refinado não é apenas o grande vilão da dieta, mas também da saúde. Pesquisas mostram que o consumo dele pode causar nervosismo, agravar a TPM, problemas de pele, cansaço físico, problemas de digestão, enfraquecimento do sistema imunológico, além de doenças graves como obesidade, diabetes e câncer. Para viver sem açucar refinado e sem os adoçantes artificiais, que contêm substâncias que causam inflamações no corpo, você pode apreciar as receitas do dia a dia utilizando outras opções, que adoçam e ainda são saudáveis!

alimentos que adoçam

Foto: Shutterstock.com

1 – Açúcar mascavo e melado

Estes ingredientes adoçam e, do ponto de vista nutricional, são bem mais saudáveis que o açúcar branco refinado, mas também provocam oscilações na glicose e favorecem o ganho de peso, se não usados com moderação. “Como melhor opção, temos o melado – que é fonte de ferro e nutrientes – e o açúcar mascavo – também composto de mais nutrientes”, considera a nutricionista Christiane Bergamasco.

2 – Leite de amêndoas

Por ser uma bebida leve e saborosa, de textura cremosa e com sabor levemente adocicado, pode ser utilizada em receitas de bolos, caldos e vitaminas sem deixar sabor residual.

3 – Tâmara

Com sabor que lembra o caramelo, a fruta contém proteínas, sais minerais e vitaminas. Por ser um concentrado de açúcar natural, pode ser adicionada a doces e bolos, pois dá uma consistência cremosa a eles.

4 – Canela

Poderoso termogênico, além de dar mais sabor ao cafezinho, ela favorece a queima de calorias e garante mais saciedade. Quando incluída no cardápio, melhora o controle glicêmico e reduz o risco de problemas cardiovasculares.

5 – Baunilha

Seu aroma adocicado aguça o paladar e pode ser usado nas mais variadas receitas, além de iogurtes e smoothies. Prefira a fava ou o extrato natural de baunilha.

6 – Estévia

Sem calorias, trata-se de um adoçante natural extraído da planta Stevia rebaudiana, nativa da América do Sul. “Exceder-se na dose corre o risco de que os alimentos fiquem muito doces e com um toque amargo, por causa do produto dos componentes da planta”, afirma a nutricionista da Venutri Isabel Andrade. Prefira os que não possuam aditivos com esteviosídios.

7 – Coco ralado, água e óleo de coco

O coco ralado fresco possui vários nutrientes e pode ser adicionado a chás e sucos na hora do preparo: uma colher de chá basta. Já a água de coco pode substituir a água mineral para fazer sucos. Seu gostinho adocicado dispensa o açúcar, além de fornecer eletrólitos e contribuir para uma boa hidratação do organismo. O óleo de coco pode servir no preparo de alimentos cozidos, no tempero de saladas ou misturado a smoothies e iogurtes. “Ele apresenta antioxidantes, fortalece o sistema imunológico, regula o intestino e a glicemia”, ressalta Isabel Andrade, nutricionista.

8 – Mel

Tem poder adoçante duas vezes superior ao do açúcar. Possui ação anti-inflamatória e propriedades probióticas. “É uma ótima opção para acompanhar cereais e até bebidas, de sucos a cafés, além de dar um toque a mais em pratos salgados”, garante Isabel Andrade.

Texto: Redação Alto Astral | Consultoria: Christiane Bergamasco, nutricionista clínica e esportiva funcional de São Paulo; Isabel Andrade, nutricionista da Venutri, www.venutri.com.br; Tamara Mazaracki, nutróloga e médica ortomolecular do Rio de Janeiro

LEIA TAMBÉM