Sedentarismo mata mais que obesidade, diz pesquisa

Um estudo feito recentemente mostrou que o sedentarismo, mesmo a pessoa sendo magra, pode ser mais perigoso a viver com excesso de peso

Mulher deitada sobre a bola de pilates com preguiça
FOTO: Shutterstock

Um estudo feito por 12 anos, que incluiu mais de 300 mil pessoas na Europa, mostrou que o sedentarismo pode matar o dobro de pessoas se comparado à obesidade.

 

Mulher com sedentarismo, deitada sobre a bola de pilates com preguiça

FOTO: Shutterstock

 

Pesquisadores da Universidade de Cambridge registraram cerca de 670 mil mortes por ano por inatividade, contra 337 mil por excesso de peso. Apesar de a obesidade e o sedentarismo geralmente estarem relacionados entre si, pessoas magras têm maior risco de problemas de saúde se não praticarem exercícios, enquanto pessoas obesas ativas podem ter melhores condições de saúde.

 

Saiba mais

Medicamento é aprovado para tratar obesidade

Obesidade infantil: como evitar esse problema

Farinhas sem glúten para acabar com a barriga estufada

 

Contudo, o excesso de peso precisa ser combatido para a prevenção de doenças – e, nesse caso, a atividade física deve ser uma das medidas principais.