Tempo seco: veja como manter a hidratação durante o inverno!

Baixa umidade do ar pode ser bastante prejudicial à saúde; entenda

Veja como se manter hidratado durante o tempo seco!
Veja como se manter hidratado durante o tempo seco! - Shutterstock

por Giovana Meneguin
Publicado em 27/07/2021 às 12:00
Atualizado às 12:00

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

O inverno tem seus pontos positivos e há quem o prefira ao invés do calor. No entanto, apesar da possibilidade de experimentarmos looks estilosos, vinhos e sopas quentinhas e ficarmos aconhegados em casa, a estação pode ser bastante prejudicial à saúde já que é a mais seca do ano, especialmente nas regiões Sul e Sudeste do Brasil.

Assim, a escassez de chuvas e a consequente redução da umidade do ar, cujo valor ideal é entre 50% e 80%, pode gerar algumas complicações no corpo humano, como sangramento nasal e irritação nas vias aéreas, olhos e pele. Com isso, é bastante importante estar preparado para driblar os impactos que o tempo seco costuma causar na saúde.

Dessa forma, confira abaixo algumas medidas para manter o seu corpo saudável durante o clima seco de inverno:

Beba água!

A melhor forma de combater os efeitos do tempo seco é, sem dúvidas, beber água! Logo, mesmo que não tenha sede, beba bastante água para manter seu corpo hidratado de dentro para fora. Segundo Vanessa Vargas, médica pós-graduada em nutrologia pelo Hospital Israelita Albert Einstein e pela ABRAN (Associação Brasileira de Nutrólogos), “em média, o recomendado de ingestão de água por dia é entre 1,5 a 2 litros". Mas, claro, esse valor pode variar de pessoa para pessoa.

De todo modo, na hora das refeições, vale apostar também em alimentos ricos em água, como abobrinha, pepino, alface, melancia, melão e laranja. 

Contudo, a dica de ouro é: tenha sempre uma garrafinha de água por perto e crie o hábito de enchê-la toda vez que estiver vazia. 

Hidrate a pele e evite banhos quentes

A pele sofre bastante no clima frio, principalmente pela diminuição da umidade do ar. “Com o ressecamento nossa barreira cutânea perde sua integridade, ficando mais predisposta à dermatites e infecções", explica a dermatologista Fabiana Seidl.

Segundo a médica, os dois fatores que mais contribuem para a saúde da pele são a ingestão de água, geralmente mais baixa durante o inverno, e a temperatura do banho, que tende a ser mais alta, o que piora o ressecamento da derme. 

Assim, os cuidados com a pele devem ser redobrados no inverno. “O banho quente quando aliado ao uso de sabonetes inapropriados, causa uma maior perda de umidade e altera a camada de lipídeos que protege a pele, prejudicando sua função de barreira de proteção. A pele fica mais seca e suscetível a dermatoses (como psoríase, dermatite atópica, dermatite seborreica e rosácea) e aos fungos e bactérias patogênicos. O simples fato da pele estar ressecada já propicia o desenvolvimento de prurido intenso (coceira). Isso ocorre tanto no corpo quanto na face”, observa a dermatologista Ana Paula Fucci.

Desse modo, além da ingestão adequada de água, as médicas aconselham o seguinte: 

  • Tome o banho na temperatura menos alta que conseguir -  não precisa ser frio, mas evite o famoso “banho sauna”.
  • Se sua pele já tem tendência a ser seca, utilize sabonetes suaves, que não piorem o ressecamento.
  • Hidrate a pele logo após o banho, pois ela estará mais receptiva e o resultado será melhor.
  • Use produtos apropriados ao seu tipo de pele e tenha em mente que, geralmente, os produtos para corpo e face são diferentes.
  • Mantenha sua rotina de tratamentos normalmente, mas consulte seu médico ou médica dermatologista para possíveis ajustes. 
  • Nessa época mais fria, o uso de ácidos no skincare e a realização de tratamentos estéticos, como laser e peelings químicos, costuma aumentar. Portanto, não esqueça de manter o filtro solar diariamente.
  • Se for usar maquiagem, opte por produtos “oil-free” ou não-comedogênica. Isso porque não são oleosas e não tamponam os poros, podendo conter até mesmo substâncias que auxiliam no controle da oleosidade.

Aposte em hidratantes labiais

O inverno também demanda cuidados especiais nos lábios. “Os lábios racham porque o ressecamento da pele diminui sua elasticidade. Usar hidratantes labiais com frequência ajudam a minimizar esse dano”, explica Franklin Veríssimo, médico especialista em medicina estética.  

Assim, invista naquele hidratante para lábios que mais funciona para você e lembre-se: nada de arrancar as pelinhas da boca!

Outras dicas importantes para combater o tempo seco:

  • Invista em um umidificador de ar;
  • Cuide dos seus olhos e de suas vias aéreas - consulte sempre um médico especialista antes de utilizar soros ou colírios;
  • Evite exposição solar, especialmente durante o horário de almoço;
  • Priorize a manhã e o final da tarde para a prática de exercícios físicos; 
  • Deixe as janelas abertas para que o ar circule pela casa;
  • Se possível, evite o uso de ar-condicionado, pois ele tende a ressecar o ar;

Fontes: Vanessa Vargas Ferreira, médica especialista em nutrologia pelo Hospital Israelita Albert Einstein e pela ABRAN (Associação Brasileira de Nutrólogos) e com Título de Especialista em Cirurgia Geral pela AMB (Associação Médica Brasileira); Fabiana Seidl, médica dermatologista, Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica; Ana Paula Fucci, médica dermatologista, Membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD) e da Academia Européia de Dermatologia (EADV); Franklin Veríssimo, médico especializado em medicina estética.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.