Connect with us

O que você está procurando?

Facebook Twitter Instagram Youtube pinterest
Alto Astral
Saiba como conciliar atividade física e alimentação
Imagem: Shutterstock

Saúde

Saúde de atleta: aprenda a conciliar exercícios à alimentação

Nutricionista dá três dicas para aliar exercícios físicos a uma alimentação adequada e conquistar uma saúde de atleta

Nossa saúde é formada pela soma de bons hábitos, e a prática da atividade física combinada a uma alimentação adequada contribui para a manutenção de uma vida saudável e uma saúde de atleta. Contudo, são poucas as pessoas que conseguem conciliar uma dieta equilibrada a uma rotina de treinos. Então, como balancear esses dois pilares? 

Para responder essa pergunta, a nutricionista Liz Galvão separou três dicas importantes para associar exercícios físicos à boa alimentação de forma segura e, assim, conquistar uma saúde de atleta. Leia a seguir:

Aprenda conciliar exercícios e alimentação para ter uma saúde de atleta
Equilibrar alimentação e atividade física é a chave para uma vida saudável – Shutterstock

1. Inclua mais e restrinja menos

O hábito é algo que é construído com o tempo. Ninguém consegue mudar da noite para o dia. Então, em vez de “sair cortando tudo” da alimentação, como refrigerante, doces, frituras, embutidos e afins, comece incluindo mais alimentos nutritivos no seu dia, tais como frutas, vegetais, sementes, grãos e castanhas. Uma alimentação restrita não é sustentável a longo prazo! 

2. Diminua os maus hábitos e atinja uma saúde de atleta

Ao invés de parar de vez, procure reduzir a frequência ou a quantidade de um vício seu que não é saudável. Se você costuma beber quatro vezes na semana, comece reduzindo para duas vezes; se você coloca duas colheres de açúcar no café, coloque apenas uma; se você bebe dois litros de refrigerante por final de semana, reduza para um. Conforme fizer isso, a qualidade de vida melhora gradativamente.

3. Quer uma saúde de atleta? Movimente-se!

Encontre uma atividade física que tenha prazer em praticar. Se você não gosta de musculação, procure por uma atividade que tenha mais a ver com o seu perfil, seja yoga, pilates, natação, caminhada e até danças como zumba e fitdance. O importante é se exercitar! 

Cuidado com os excessos!

A prática exagerada de exercício físico induz a produção de radicais livres e inflamação, potencializando o envelhecimento. Por isso, escute sempre o seu corpo. Encaixar uma rotina, ter regularidade, estimular horários pré-determinados para executar as atividades, ter uma alimentação equilibrada e uma boa noite de sono são medidas essenciais para edificar sua saúde.

Fonte: Liz Galvão, nutricionista parceira da Verde Campo.

Mais notícias como essa

Saúde

A sensação de peso nas pernas e formigamento são alguns dos sintomas que podem indicar a má circulação na região

Moda

Especialista compartilha os itens que são eternos na joalheria; confira e use essas joias clássicas em diversos tipos de looks

Beleza

Hairstylist Tiago Parente elenca os cortes de cabelo que prometem fazer grande sucesso este ano!

Receitas

O leite A2 é uma alternativa para pessoas com sensibilidade à proteína do leite convencional; especialista explica