Hipnose: como essa técnica pode te ajudar a afastar os pensamentos negativos

Hipnoterapeuta ressalta que a prática pode ajudar pacientes com ansiedade e depressão

Pesquisa revelou que 53% dos brasileiros observaram piora no bem-estar
Pesquisa revelou que 53% dos brasileiros observaram piora no bem-estar - Shutterstock

por Julia Natulini
Publicado em 31/08/2021 às 18:00
Atualizado às 18:00

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Nos últimos tempos, diversas pessoas sentiram alterações relacionadas à saúde mental. Assim, não é à toa que uma pesquisa realizada este ano pelo Instituto Ipsos, encomendada pelo Fórum Econômico Mundial, registrou que cerca de 53% dos brasileiros observaram uma piora na qualidade do bem-estar em 2021.

Com o consequente aumento de doenças emocionais, como depressão e ansiedade, a busca por terapias também passou a crescer. Uma das alternativas encontradas foi a hipnoterapia, que consiste na combinação de duas palavras complementares, “hipnose e terapia”, ou seja, uma terapia complementar que trabalha o poder da hipnose.

Para esclarecer mais sobre o assunto, o portal Alto Astral conversou com Jéssica de Paula, hipnoterapeuta com certificação internacional. Confira:

Antes de mais nada, é importante saber que a hipnoterapia tem diversas funções e benefícios, principalmente para aqueles que se sentem inquietos ou com pensamentos negativos relacionados à vida. “A aplicação de técnicas hipnóticas leva o indivíduo que sofre com doenças emocionais a um estado de relaxamento profundo, em que o terapeuta tem a capacidade de acessar o subconsciente do paciente para que ele tenha percepções diferentes de possíveis memórias traumáticas e aumente a positividade na vida”, explica a especialista.

Foto: Shutterstock


Dessa forma, antes de optar por essa técnica você precisa ser preparado com informações sobre o funcionamento da mente e ficar atento às recomendações para o início da prática. “Em seguida, é feita uma indução ao transe, que é um relaxamento profundo do corpo e mente que aumenta a concentração e foco em si abrindo passagem para sugestões positivas e aceitáveis feitas pelo hipnotista”, diz Jéssica.

A hipnoterapeuta ressalta ainda que é importante lembrar que a hipnoterapia acessa as emoções negativas e memórias traumáticas para um estado positivo/neutro; logo, serão notados algumas alterações de comportamento durante a sessão.

O hipnotista também aproveita esse momento para sugerir o aumento de emoções positivas para que gere ainda mais rápido um comportamento ou percepção de vida mais positivos. Além disso, a hipnose é uma técnica que provoca vibrações positivas na sua mente de modo agradável e inconsciente, com o poder de modificar a maneira como você pensa, se sente e até mesmo se comporta diante de qualquer situação que apareça pelo caminho. 

Com isso, é bem provável que você deva estar se perguntando: qual a diferença da hipnoterapia para qualquer outro tipo de terapia emocional? A resposta é simples. A hipnoterapia faz com que a pessoa atinja a emoção de maneira rápida, e os resultados começam a surgir em curtos espaços de tempo. No entanto, como qualquer outro tratamento, quanto mais se praticar melhor será o resultado.

Já ouviu falar que na parte da manhã o cérebro possui mais energia? Pois bem, devido à ATP (adenosina trifosfato), responsável por manter as atividades cerebrais e suas transformações causadas pela hipnoterapia, Jéssica recomenda realizar essa prática no começo do dia, até mesmo para aumentar o ânimo nas horas seguintes e obter os melhores resultados que a hipnoterapia tem a oferecer.

Vale ressaltar que as técnicas de hipnose auxiliam na saúde mental e emocional, bem-estar físico, desenvolvimento espiritual, criatividade, motivação e colabora para equilibrar a preocupação e atenção na área profissional e pessoal.

Fonte: Jéssica de Paula, hipnoterapeuta, formada em Hipnose Clínica pela Omni Hypnosis com certificado internacional e metodologia ISO 9001. 

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.