Dicas para aproveitar a Páscoa sem sair da dieta

Com equilíbrio, é possível conciliar as comidas típicas da Páscoa com a sua alimentação saudável; confira 5 dicas para não sair da dieta

O segredo para manter a dieta é ser equilibrado na hora de comer
O segredo para manter a dieta é ser equilibrado na hora de comer - Shutterstock

por Loyane Lapa
Publicado em 13/04/2022 às 17:00
Atualizado às 17:00

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Assim como o Natal, a Páscoa é uma das datas mais gostosas do ano, não é mesmo? A celebração é cercada de alimentos específicos — como o chocolate e o bacalhau — que são deliciosos, porém, quando consumidos em excesso podem prejudicar a nossa dieta. No entanto, isso não significa que você não precisa se privar disso, viu?

Muito pelo contrário: dá para comer os tradicionais pratos de Páscoa sem sair do seu padrão de alimentação saudável. A única condição aqui é manter o equilíbrio. Até porque, manter uma alimentação balanceada é um dos quesitos fundamentais para alcançar o bem-estar e a qualidade de vida tão almejada ao longo da mudança de hábitos.

Inclusive, o segredo para chegar ao seu objetivo é justamente contar com um bom plano alimentar que se encaixe na sua rotina. Nada de restrições ou provações, o ideal mesmo é combinar escolhas inteligentes e flexibilidadede dieta (alô, Páscoa!).

Matheus Motta, nutricionista que faz parte da WW, afirma ser possível “se alimentar bem sem perder os bons momentos de vida social, além de estimular práticas holísticas que incluem sono regular, mentalidade positiva e a prática constante de atividades físicas. Por esta razão, podemos afirmar com toda certeza que é possível celebrar a Páscoa, degustando os alimentos típicos da data. Basta manter o foco no equilíbrio e buscar opções que combinem sabor e saúde”, conclui.

O profissional também separou algumas dicas para quem quer curtir a Páscoa sem deixar a dieta de lado. Confira a seguir:

Dicas para curtir a Páscoa sem deixar a alimentação de lado:

1. Prefira os chocolates amargo ou meio amargo. Chocolates com teor de cacau acima de 50% são os que possuem melhor perfil nutricional e mais nutrientes. O chocolate branco, por ser feito da manteiga do cacau, é o que possui mais gordura.


2. Consuma o chocolate com frutas picadas. Banana, morango, kiwi e uva verde sem caroço são ótimas opções. As frutas enriquecem a sobremesa ou o lanche com fibras, o que faz com que a absorção do açúcar pelo organismo seja mais lenta do que quando comparado ao consumo puro de chocolate.


3. Prefira comer o chocolate como sobremesa, após as grandes refeições. Como você vai estar saciado pela comida, dificilmente vai conseguir comer o chocolate em grandes quantidades.

4. Caso ganhe muitos chocolates ou ovos de Páscoa, pense em dar e dividir com amigos. Os que você já abriu, quebre em pedaços menores e guarde em um pote na geladeira ou no freezer. Assim você pode pegar só um pedacinho quando tiver vontade. Saborear o chocolate bem gelado deixando ele na boca durante um tempo maior não só sacia a vontade de comer doce, como faz com que o consumo seja em porções muito menores do que quando comparados a um chocolate à temperatura ambiente.


5. Atenção aos rótulos! Os chocolates diet, apesar de não possuírem açúcar, podem conter uma grande quantidade de gordura, o que não os torna uma opção favorável para quem busca a perda de peso.

E aí, gostou das dicas? Agora é só colocar o aprendizado em prática e curtir o feriadão com equilíbrio! Ah, e se chutar o balde, não tem problema, viu? O importante é reconhecer o erro e voltar ao foco pré-Páscoa.

Fonte: Matheus Motta, nutricionista da WW (Vigilantes do Peso).

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.