Dá para emagrecer comendo doce? Nutricionista explica

Acredite se quiser, dá para comer um docinho e emagrecer ao mesmo tempo; entenda porque se privar pode ter o efeito reverso ao desejado

Desde que consumido em equilíbrio, tá tudo bem em comer doce na dieta
Desde que consumido em equilíbrio, tá tudo bem em comer doce na dieta - Shutterstock

por Loyane Lapa
Publicado em 14/05/2022 às 14:00
Atualizado às 14:00

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Na hora de emagrecer, é comum que as pessoas pensem que a privação de certos alimentos, como o doce, seja o melhor caminho para chegar até o objetivo mais rápido, né? Pode até ser, mas não é bem assim que as coisas funcionam, viu?

Atualmente, é possível encontrar diversos estudos que comprovam que uma restrição alimentar severa — ou seja, aquelas que te impedem de certos prazeres ao comer — é a principal causadora de compulsões alimentares. Então, esse hábito acaba atrapalhando muito mais do que ajudando no processo de perda de peso.

A nutricionista Laura Calipo, que é especialista em emagrecimento, explica sobre a importância de sentir prazer ao comer e do processo de reeducação alimentar. “É extremamente importante que continuemos sentindo prazer na alimentação para que consigamos manter um processo de emagrecimento. É durante a reeducação alimentar que você deve aprender quanto e como consumir os alimentos mais prazerosos para o seu paladar”, declara a profissional. 

Nesse sentido, é possível perceber que um docinho de vez em quando não será o seu grande vilão na hora de emagrecer, tá? “O doce, em quantidades adequadas, cabe diariamente na alimentação”, confirma a nutricionista.

Mas, para quem prefere não dar o braço a torcer, a grande vantagem está nas opções de doces saudáveis. Existem diversas opções disponíveis no mercado sem a adição de açúcares e com um sabor idêntico ao de doces tradicionais. Para isso, vale ficar de olho no rótulo dos alimentos e checar se ele é saudável de verdade ou se é fake fitness.

Por que incluir doces na dieta para emagrecer?

De acordo com Laura, a ingestão consciente e equilibrada de doces saudáveis gera ao seu organismo prazer emocional e fisiológico. “Isto ocorre porque seu consumo está associado a memórias afetivas, além de causar liberação de neurotransmissores que nos dão a sensação de prazer e felicidade”, revela a especialista em emagrecimento.

Vale lembrar que entender que comer doce em pouca quantidade não faz mal pode ser exatamente a virada de chave que seu corpo precisa para não viver mais o efeito sanfona. Para isso, a nutricionista dá algumas dicas: “Escute seu corpo! Faça as pazes com os alimentos, tornando-os seus maiores aliados. Desta forma você passará a entender sobre fome e saciedade, sobre respeitar seus desejos (sem exceder) e também sobre quais são os gatilhos que te fazem perder a adesão na sua transformação alimentar”, conclui a profissional.

Por fim, caso algum dia a sua alimentação não saia conforme o planejado, pare, reflita e recomece. A única maneira de modificar o seu padrão alimentar é, diariamente, querer e praticar uma alimentação consciente, saborosa e balanceada.

Fonte: Laura Calipo, nutricionista especializada no emagrecimento e parceira da Flormel.

TAGS

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.