Connect with us

O que você está procurando?

Facebook Twitter Instagram Youtube pinterest
Alto Astral
O check-up ginecológico é essencial para a saúde da mulher
O check-up ginecológico é essencial para a saúde da mulher - Shutterstock

Saúde

Check-up ginecológico: exames que devem ser feitos em cada idade

O check-up ginecológico deve ser feito anualmente, porém ele pode ser um pouco diferente dependendo da faixa etária; entenda melhor

As visitas ao ginecologista é um cuidado essencial com a saúde feminina e isso em qualquer idade. É através de um check-up ginecológico solicitado por este profissional que você realizará exames e receber orientações.

Essas idas ao médico costumam ocorrer anualmente, exceto em casos nos quais o profissional indique a necessidade de voltar antes desse período. Os exames também podem variar de acordo com resultados dos exames mais recentes, antecedentes familiares, doenças crônicas já diagnosticadas ou tratamentos.

Todavia, existem alguns testes que sempre devem ocorrer em determinadas faixas etárias, assim como recomendações ginecológicas gerais. Veja a seguir a quais são eles, de acordo com o ginecologista e obstetra Dr. Alexandre Rossi:

Adolescência (até os 18 anos)

Durante a adolescência, é importante estabelecer uma relação de confiança com um ginecologista, segundo o responsável pelo ambulatório de ginecologia geral do Hospital e Maternidade Leonor Mendes de Barros.

O foco principal, nesse momento, pode ser educação sobre saúde reprodutiva, prevenção de gravidez indesejada, orientação sobre higiene íntima e vacinação contra o HPV.

Consultas anuais podem ser recomendadas para acompanhar o desenvolvimento e esclarecer dúvidas.

Principais exames:

  • Exame físico ginecológico
  • Orientações sobre vacinação
  • Testes de ISTs (Infecções Sexualmente Transmissíveis), dependendo da idade, atividade sexual e riscos individuais
  • Aconselhamento anticoncepcional (se aplicável)

Adulta jovem (18–40 anos)

Nesse momento, os exames pedidos no check-up ginecológico começam a se diferenciar um pouco mais, pois cada mulher vai ter as suas necessidades.

Testes de rotina incluem o Papanicolau para detecção precoce de câncer cervical, exame de mama para detectar nódulos ou alterações e discussões sobre contracepção e planejamento familiar.

Caso haja mudança de parceiro sexual ou alguma outra razão para isso, também podem ocorrer exames de ISTs (Infecções Sexualmente Transmissíveis).

Principais exames:

  • Exame físico ginecológico
  • Testes de ISTs (Infecções Sexualmente Transmissíveis), dependendo da idade, atividade sexual e riscos individuais
  • Aconselhamento sobre contracepção e planejamento familiar
  • Papanicolau ou citologia oncótica
  • Exame de mamas
  • Podem haver ultrassonografias e outros exames laboratoriais para complementar a avaliação

Perimenopausa (início dos 40 anos até a menopausa)

A perimenopausa é a transição para a menopausa. Dessa forma, nesse período já podem surgir sintomas como ondas de calor, alterações no ciclo menstrual e questões de saúde óssea.

Os exames mencionados anteriormente devem continuar, entretanto outros podem ser adicionados. Ainda pode ser recomendada a terapia hormonal para aliviar sinais da menopausa.

Principais exames:

  • Exame físico ginecológico
  • Testes de ISTs (Infecções Sexualmente Transmissíveis), dependendo da idade, atividade sexual e riscos individuais
  • Papanicolau ou citologia oncótica
  • Exame de mamas
  • Avaliação hormonal
  • Densitometria óssea
  • Avaliação cardiovascular
  • Podem haver ultrassonografias e outros exames laboratoriais para complementar a avaliação

Menopausa (geralmente após os 50 anos)

Saúde óssea, saúde cardiovascular e prevenção de doenças crônicas, como osteoporose, passam a ser o foco após a menopausa.

O médico pode discutir os riscos e benefícios da terapia hormonal de reposição a longo prazo, além de sempre pedir os exames de rotina.

Principais exames:

  • Exame físico ginecológico
  • Testes de ISTs (Infecções Sexualmente Transmissíveis), dependendo da idade, atividade sexual e riscos individuais
  • Papanicolau ou citologia oncótica
  • Exame de mamas
  • Avaliação hormonal
  • Densitometria óssea
  • Avaliação cardiovascular
  • Podem haver ultrassonografias e outros exames laboratoriais para complementar a avaliação
  • Avaliação da saúde mental e bem-estar
  • Avaliação da saúde sexual

Por fim, independentemente da faixa etária, é importante que as mulheres estejam atentas a quaisquer alterações no corpo. Sangramento anormal, dor pélvica persistente, corrimento incomum, alterações nos seios, mudanças nos hábitos de sono, de humor, na libido, entre outros sinais, precisam ser investigados.

Mais notícias como essa

Horóscopo

Querendo saber de TUDO que os próximos sete dias prometem? Descubra agora, no Horóscopo Semanal do João Bidu

Pets

Um sistema imunológico equilibrado reduz riscos de contrair doenças e contribui para a saúde geral dos animais

Amor e Sexo

Segundo pesquisa, Geração Z é a mais propensa a buscar por relacionamentos abertos ou não monogâmicos no geral

Receitas

Algumas pessoas tendem a chorar sempre que estão cortando cebola, mas é possível usar alguns truques para diminuir o problema