Connect with us

O que você está procurando?

Facebook Twitter Instagram Youtube pinterest
Alto Astral
Calvície feminina: conheça os tipos e como tratar a condição
A calvície feminina é uma condição considerada rara - Foto: Shutterstock

Saúde

Calvície feminina: conheça os tipos e como tratar a condição

A calvície feminina é uma doença capilar que pode levar à queda de cabelo e impacta a autoestima da mulher

A alopecia, também conhecida como calvície, é uma condição responsável pela queda de cabelo e pode atingir tanto homens quanto mulheres, afetando significativamente a sua autoestima e qualidade de vida. 

A especialista em tricologia Isabela Etto, explica que a calvície em mulheres pode estar relacionada a fatores genéticos e imunológicos, alterações hormonais e até estresse.

Abaixo, você confere os principais tipos de calvície e o tratamento para cada condição. 

Tipos de calvície feminina

Alopecia androgenética

A alopecia androgenética feminina é a forma mais comum de perda de cabelo. O tratamento inclui medicamentos como minoxidil e finasterida, que visam estimular o crescimento capilar e bloquear os efeitos dos hormônios responsáveis pela queda de cabelo.

Procedimentos como mesoterapia, microinfusão de medicamentos na pele e o transplante capilar também são opções.

Alopecia areata

A alopecia areata é uma condição autoimune em que o sistema imunológico ataca os folículos capilares.

O tratamento pode incluir injeções de corticosteróides no couro cabeludo, medicamentos imunossupressores e até mesmo medicações para modular a resposta imunológica.

Alopecia cicatricial

A alopecia cicatricial pode ser desafiadora, destrói permanente dos folículos capilares. O tratamento visa controlar a inflamação que leva à formação de cicatrizes no couro cabeludo.

Isso inclui terapias imunossupressoras, antibióticos e corticosteróides, além da realização de procedimentos, como a mesoterapia. Em alguns casos, pode exigir um transplante capilar.

Alopecia de tração

A alopecia de tração geralmente é causada pela tração constante no cabelo, como em penteados apertados (rabos de cavalo e tranças) e em tratamentos capilares agressivos.

No entanto, em casos iniciais, é possível revertê-la, mudando os hábitos de cuidado capilar, como evitar penteados apertados e produtos químicos agressivos podem ajudar na recuperação.

Alopecia total e universal

A alopecia total e universal são formas mais graves da alopecia areata e caracterizam-se pela perda total dos cabelos na cabeça ou em todo o corpo.

O tratamento pode incluir corticosteróides, imunossupressores e imunobiológicos. No entanto, a resposta ao tratamento pode ser variável. 

Busque um especialista

A consulta com um dermatologista especializado em tricologia, é essencial no tratamento da calvície.

“Uma avaliação individualizada é crucial para determinar a abordagem mais eficaz. A análise do couro cabeludo, histórico médico e exames apropriados fornecem a base para um plano de tratamento personalizado”, explica Isabela. 

Além disso, a especialista enfatiza a importância de um estilo de vida saudável na saúde capilar.

“Uma dieta equilibrada, gestão eficaz do estresse e práticas de cuidados com o cabelo são elementos fundamentais. Mudanças positivas nesses aspectos podem potencializar os resultados dos tratamentos médicos”, finaliza a médica.

Mais notícias como essa

Saúde

Muitas pessoas acreditam em mitos sobre a dengue e, por isso, acabam não se protegendo da forma correta contra o Aedes aegypti

Receitas

Saiba como fazer um quiabo perfeito, sem baba e sequinho, para preparar uma receita deliciosa com carne moída

Pets

Veterinária explica por que doenças parasitárias em pets são mais comuns no verão, quais são elas e como prevenir e tratar

Finanças e Empreendedorismo

Especialista comenta quais são os aparelhos “gastões” e explica truques para diminuir a conta de energia da sua casa