Saladas: confira os benefícios desse prato para todas as idades!

Descubra quais alimentos das saladas são mais indicados para a sua idade e dê adeus aos males que atrapalham a nossa vida: TPM, ansiedade e menopausa

prato de saladas temperadas com azeite
Foto: iStock.com/Getty Images

Cada fase da vida necessita de uma alimentação especial. Seja na juventude ou na maturidade, os alimentos que consumimos são determinantes para dias mais agradáveis e o fim de algumas doenças. Para ajudar você a cuidar da saúde e ainda, manter a boa forma, a nutricionista Márcia Loureiro, de Campinas, detalhou quais alimentos das saladas são mais indicados para consumir em cada idade. Confira:

prato de saladas temperadas com azeite

Foto: iStock.com/Getty Images

Saladas aos 20 anos

Para aliviar a tensão pré- menstrual (TPM), a alimentação é fundamental! Sintomas como dor nas pernas, inchaço, dor de cabeça e nos seios podem ser resultados, principalmente, da deficiência de vitaminas e minerais como cálcio, magnésio e vitamina B6 (piridoxina). A alimentação saudável repõe esses minerais e vitaminas através do consumo de frutas, verduras e legumes, aliviando os sintomas. “Folhas verdes-escuras como a couve, que são ricas nos três nutrientes mais importantes para esse período (cálcio, magnésio e a vitamina B6), devem ter seu consumo aumentado, podendo ser utilizada em saladas e sucos batidos com frutas”, ensina Márcia.

Saladas aos 30 anos

A ansiedade, muito comum nessa idade, também pode ser aliviada com a alimentação. Prefira alimentos ricos em triptofano – aminoácido precursor da serotonina que atua no sistema neural. São eles: leite e iogurte desnatado, queijo branco, nozes, banana, batata, feijão, lentilha, abacate, soja, laranja, uva e maçã. O espinafre também é uma excelente escolha, pois contém ácido fólico que é uma potente vitamina antidepressiva natural. “Ele combate a ansiedade, pois o ácido fólico em baixa concentração no organismo também diminui os níveis cerebrais de serotonina”, diz Loureiro.

Saladas aos 40 anos

Os grãos, os cereais integrais, as frutas e as hortaliças são excelentes fontes de nutrientes que podem auxiliar no tratamento de um mal comum nesta idade: a menopausa! “A ingestão de alimentos ricos em vitamina E, C e D3, zinco, cálcio, acido fólico, magnésio, selênio e carboidratos integrais, proteínas de alto valor biológico, ameniza as causas decorrentes dos déficits hormonais de estrógenos e progesterona”, explica a nutricionista. Ou seja, nesta fase é importante o consumo de frutas cítricas, pois são ricas em vitaminas C e são importantes para a síntese dos hormônios ovarianos. Além disso, a menopausa está associada à osteoporose, portanto, alimentar-se de vegetais verdes e alimentos fortificados com cálcio é essencial para a garantia da saúde da massa óssea.

Saladas aos 50 anos

Nessa fase, vale apostar nos alimentos antioxidantes, que previnem o câncer e o envelhecimento precoce. Os alimentos coloridos transformam o prato em um conjunto incrível de compostos antioxidantes, com vitaminas e minerais que o corpo precisa para combater o excesso de radicais livres. Nos alimentos de coloração roxa (beterraba, repolho roxo, alface roxa) é possível encontrar antocianinas, um antioxidante que combate doenças cardiovasculares e câncer. Já os de coloração verde (folhas verdes) contêm luteína e zeaxantina, que previnem o câncer de cólon. Os vermelhos (tomate, melancia, morango) são ricos em licopeno, poderoso antioxidante que atua na diminuição dos riscos de tumores de próstata e pulmões.

Texto: Redação Alto Astral | Consultoria: Márcia Loureiro, nutricionista da Clínica Life, Campinas (SP), www.clinicalifesp.com.br

LEIA TAMBÉM