Sala de estar: decorar com objetos soltos é um desafio para a organização, mas vale a pena

Esta sala de estar, decorada com objetos soltos, foi elaborada com o objetivo de criar um espaço amplo para os momentos de lazer dos moradores

Por Juliana Borges - 17/07/2017
sala decorada com objetos soltos

Foto: Fábio Jr. Severo

O arquiteto e urbanista Thiago Mondini conta que, para projetar esta sala organizada, foi importante determinar primeiro o posicionamento dos espaços de passagem em relação à tevê: “Evitamos que os principais fluxos atrapalhassem a visão de quem estivesse assistindo. De resto, o que tentamos foi utilizar objetos soltos na decoração, captar a luz natural abundante e procurar, ao máximo, deixar os espaços bem amplos”.

Estante arrumada

Para evitar que a sala ficasse muito fria, uma estante decorativa foi acrescentada. “A decoração de uma estante desse gênero pode ser bem complicada, porque é preciso cuidar para não repetir demais os elementos. Os livros foram uma parte muito importante: compramos em um sebo diversos exemplares antigos, de literatura brasileira, com capa de couro”, explica.

Atemporal

Para que o investimento do morador perdure ao longo do tempo, Thiago evitou seguir modas ou tendências. A base neutra ainda permite a valorização dos objetos de decoração, que enriquecem a percepção e enchem o olhar.

Atenção aos objetos soltos

“Evite usar muitos acabamentos diferentes na base do ambiente, pois salas têm muitos móveis soltos e, se não cuidarmos, poderemos ter elementos em excesso”, defende Thiago.

Texto: Laís Rodrigues | Projeto: Thiago Mondini Arquitetura, Blumenau – SC

LEIA TAMBÉM