Sal em excesso? Saiba como substituir o tempero e evitar inchaço!

O sal, em excesso, pode ser prejudicial pra quem quer manter uma dieta equilibrada. Saiba quais temperos saborosos podem substituir o ingrediente.

Mão segurando um saleiro
Foto: Shutterstock Images

Considerado perigoso para a dieta e saúde, o sal pode ser substituído no preparo dos alimentos sem prejuízo ao paladar. As alternativas, além de reduzirem a taxa de ingestão de sódio, ainda contribuem para fortalecer o organismo. “Também é importante evitar produtos industrializados, pois possuem uma alta concentração do mineral para a conservação”, considera Cinthia Julião, nutricionista da rede Mixirica.

Pode, sim

Quando consumido na dose correta, o sal regula a passagem de líquidos e substâncias que ficam dentro e fora das nossas células. “Além disso, ele é importante para a transmissão de impulsos nervosos e na contração muscular”, salienta Cinthia. Segundo ela, a quantidade ideal é de 6g por dia, ou seja, 2,4g de sódio. Lembre-se de que nas embalagens de produtos as informações estão em sódio.

Mão segurando um saleiro

Foto: Shutterstoc.com

Sinal de alerta

Retenção de líquidos e sensação de inchaço estão entre os problemas mais comuns quando há abuso no consumo de sódio, mas esses não são os mais sérios. “O excesso de sal pode causar aumento da pressão arterial, doença renal crônica e agravar a hipertensão conforme as pessoas forem envelhecendo”, alerta a profissional. Isso acontece porque o sódio presente em grande quantidade nas células deixa-as mais afastadas, dificultando o transporte de nutrientes.

Temperos como, azeita, pimenta, cebola, alho

Foto: Shutterstoc.com

Troque o sal por:

Limão: é fonte de vitamina C e potássio. É indicado no tempero de saladas e carnes em geral, mas não passe de 3 unidades por dia.
Azeite de oliva: rico em gorduras monoinsaturadas e nutrientes que elevam o bom colesterol. Utilize-o em legumes cozidos e saladas, até 2 colheres (sopa) por dia.
Alho: contribui para a diminuição da pressão sanguínea e do colesterol.
Cebola: atua na redução da trombose e aterosclerose, além de inibir a ação de algumas bactérias e fungos prejudiciais ao nosso organismo.
Coentro: contém ferro e vitaminas. Peixes vão bem com o tempero.
Salsa: ajuda a combater doenças do coração e dos rins e atua no controle da hipertensão.
Pimenta: por causa da capsaicina, tem ação antioxidante, que ajuda a acelerar o metabolismo e a queimar gordura.
Hortelã: tem um sabor refrescante e combate gripes, tosse, bronquite e cólicas intestinais. Pode ser utilizada no preparo de saladas, molhos e carnes.
Manjericão: contribui para o bom funcionamento do sistema cardiovascular. Pode ser usado à vontade.

Texto: Redação Alto Astral

LEIA TAMBÉM