Remédios naturais: veja diferentes maneiras de preparar chá

Conheça diversas técnicas de preparo dos remédios naturais e a maneira correta que cada processo deve acontecer! Obtenha o melhor das plantas e ervas!

remedios-naturais-preparar
Foto: Shutterstock

Existem diversas maneiras de preparar remédios naturais – os conhecidos chás – sem que as ervas e as plantas percam suas propriedades benéficas. Veja a seguir uma lista das melhores técnicas.

maneiras-preparar-remedios-naturais

Foto: iStock.com/Getty Images

Infusão

Essa é uma das formas mais usuais no preparo de chás. Indicada especialmente para folhas delicadas, flores e plantas cujos princípios ativos são mais voláteis.
Como fazer
Separe a quantidade indicada da planta e coloque em uma vasilha. Despeje água quente e tampe, deixando descansar por 10 minutos. Em seguida, recomenda-se movimentar suavemente a vasilha, para que as gotinhas da tampa misturem-se novamente ao líquido.

Decocção ou cozimento

Essa técnica é mais usada para as partes duras das plantas, como caule, raiz, frutos secos e sementes.
Como fazer
Ferva por alguns minutos a planta. De preferência, pique em pedaços pequenos ou esmigalhe cascas, talos ou raízes, deixando macerando previamente em água fria. É importante respeitar o tempo de cozimento indicado na receita. Isso vai ajudar a extrair corretamente os princípios ativos da planta.

remedios-naturais-preparar

Foto: Shutterstock

Redução ou concentrado

Usado para obter uma mistura mais densa e forte.
Como fazer
Da mesma maneira da decocção, mas com um tempo maior no fogo. Mantenha o líquido sob fervura por mais tempo, até que ele comece a se reduzir. Em geral, concentrados são guardados na geladeira, em recipientes esterilizados e hermeticamente fechados. Na hora de usar, geralmente pede-se para diluir em água.

remedios-naturais

Foto: Shutterstock

Maceração

É a técnica ideal para plantas que perdem suas propriedades quanto expostas ao calor, ou seja, aquelas que não podem ser preparadas por infusão ou decocção.
Como fazer
Basta colocar a planta de molho em um “solvente”, que pode ser água, vinho ou álcool. Para agilizar o processo, antes da maceração, raízes, talos e cascas devem ser triturados ou socados. Deixe de molho por, pelo menos, 12 horas – folhas e flores podem ficar metade desse tempo.

Antenção!

Consulte sempre um especialista para descobrir o melhor tratamento para seu problema! Nunca se automedique ou substitua, por conta própria, remédios por soluções naturais. 

 

Texto: Redação Alto Astral

 

LEIA MAIS