Religião x Ciência: Pôncio Pilatos realmente existiu?

A relação controversa entre religião e ciência dura milênios. Mas, o que diz a ciência sobre Pôncio Pilatos ser o presidente da Judéia? Saiba mais!

pôncio-bíblia-religião
FOTO: Mihaly Munkacsy/Wikimedia Commons

Uma ciência falsa gera ateus, mas verdadeira ciência leva os homens a se curvarem diante da divindade (…). A frase anterior é atribuída a Voltaire, um dos expoentes do Iluminismo e famoso crítico dos privilégios do clero (o movimento iluminista, que ocorreu no século XVIII, buscava explicações racionais para os fatos bíblicos.

A Bíblia, além de ser uma espécie de guia para diversas religiões, tornou-se um documento histórico. Por isso, pesquisadores do mundo todo se dedicaram a tentar entender, comprovar ou refutar aquilo que está escrito nesse livro milenar.

 

bíblia-pôncio-religião

FOTO: iStock/Getty Images

 

A verdade sobre Pôncio Pilatos

E no ano quinze do império de Tibério Cesar, sendo Pôncio Pilatos presidente da Judéia, e Herodes tetrarca da Galileia, e seu irmão Filipe tetrarca da Ituréia e da província de Traconites, e Lisânias tetrarca de Abilene, Sendo Anás e Caifás sumos sacerdotes, veio no deserto à palavra de Deus a João, filho de Zacarias (Lucas 3:1,2).

Em 1961, durante escavações em Israel, um grupo de arqueólogos encontrou uma pedra que possuía as seguintes inscrições: “Pôncio Pilatos, governador da Judéia, dedicou ao povo de Cesaréia um templo em homenagem a Tibério”.

 

pôncio-bíblia-religião

FOTO: Mihaly Munkacsy/Wikimedia Commons

 

Esta rocha, a única evidência científica da existência do personagem bíblico, está exposta no Museu de Israel, em Jerusalém. A ciência que ajuda na comprovação histórica de alguns fatos da bíblia é a arqueologia, paleontologia ou papirologia, afirma Vicente Artuso, teólogo especialista em Sagrada Escritura e professor da Pontifícia Universidade Católica do Paraná.

 

LEIA TAMBÉM

 

Texto: Érika Alfaro  Edição: Nathália Piccoli