App que promete substituir pílula não é totalmente confiável, diz especialista

Ginecologista chama atenção que fazer xixi de madrugada, ingerir bebida alcoólica e até fazer sexo à noite podem alterar o método Natural Cycles ®. Entenda!

None
Foto iStock.com/Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 21/02/2017 às 14:44
Atualizado às 16:31

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

O aplicativo Natural Cycles ® promete a substituição da pílula anticoncepcional. Será mesmo? Essa é a discussão que trazemos na matéria, a seguir, para que você entenda mais sobre o método que calcula o período fértil da mulher a partir da temperatura basal.

A ginecologista Cristina Carneiro, especialista em Ginecologia e Obstetrícia pela Federação Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia – FEBRASGO / AMB, estudou a proposta da Natural Cycles ® e passou algumas impressões e alertas para quem deseja testá-lo.

celular com o aplicativo e termometro da marca em cima de algumas revistas. Ao lado, um óculos feminino

O método da temperatura basal é antigo, mas a facilidade do aplicativo soa como novidade para a mulher que busca novas alternativas de contracepção. Porém, cuidados são necessários! – Foto: Reprodução/Site Oficial Natural Cycles ®

O que é?

O Natural Cycles ® é um aplicativo que monitora, a partir de uma série de algoritmos, a taxa de fertilidade da mulher, se tornando uma alternativa para quem não quer recorrer a anticoncepcionais ou dispositivos como o DIU. Diferente das tabelinhas tradicionais antigas, o aplicativo é mais certeiro porque demonstra que nem todas as mulheres têm ciclos regulares de 28 dias, e que cada corpo funciona de uma forma.

Como funciona?

O método requer comprometimento da usuária. Para ele funcionar, todos os dias a mulher deve fazer a medição de temperatura com um termômetro basal colocado debaixo da língua. Depois, registra o número no app e deixa que ele calcule o ciclo menstrual e as possíveis variações. É a partir da temperatura corporal que ele descobre em que fase do ciclo a mulher está.

“A mulher nota que a temperatura aumenta cerca de 0,3 a 0,8ºC quando ocorre a ovulação pela ação do hormônio progesterona e permanece assim até a menstruação. Portanto a partir do 4º dia do aumento da temperatura o casal poderia manter relações sexuais desprotegidas”, explica a especialista.

Isso acontece porque depois da ovulação, o aumento dos níveis de hormônio progesterona deixa o corpo da mulher 0,45ºC mais quente. É esse calor que vai interferir nas mudanças no ciclo e nos picos de fertilidade.

mulher deitada com o termometro da Natural Cycles na boca

O aplicativo mostra um cartão vermelho quando é preciso se proteger, já que os níveis de fertilidade estarão mais altos, e mostra um cartão verde quando não há riscos de gravidez – Foto: Reprodução/Site Oficial Natural Cycles

É seguro?

Como o aplicativo se adapta ao calendário de cada mulher, aumentam as chances de a mulher saber quais são as datas em que ela corre risco de ficar grávida ou não. “Ele não só detecta a ovulação e as diferentes fases do seu ciclo, como também faz previsões precisas para os próximos ciclos. Tenha em mente que a Natural Cycles ® não ajuda, de forma nenhuma, a proteger contra doenças sexualmente transmissíveis (DST)”, avisa o site da Natural Cycles.

O uso da camisinha é indispensável: “Sempre que você associa métodos contraceptivos você aumenta a eficácia, assim se você utilizar o aplicativo, mas não deixar de lado o preservativo o índice de falha com certeza cairá. Além do mais o aplicativo é para controle de natalidade e não para prevenção de doenças sexualmente transmissíveis, portanto essa associação é bem-vinda”, reforça Cristiane.

Xixi ou sexo na madrugada podem alterar a sua temperatura e causar problemas

Para a ginecologista Cristiane Carneiro, a mulher deve saber dos problemas do método. A temperatura vai sofrer variações com algumas ações e é preciso estar de olho nisso.

  • A temperatura deve ser medida sempre no mesmo horário;
  • A mulher não pode ter realizado qualquer esforço, portanto se tiver levantado da cama durante a noite pode haver alteração na temperatura basal;
  • Se a mulher tiver febre ou outras alterações na temperatura corporal poderá dar erro no método;
  • O dia da ovulação pode variar de um ciclo para o outro;
  • Já foi demonstrado através de ultrassonografia que o aumento da temperatura basal pode ocorrer até dois antes ou dois dias depois da ovulação propriamente dita;
  • O aumento da temperatura só pode ser julgado retrospectivamente, isto é, depois de ocorrido, portanto o casal deve evitar manter relações sexuais até pelo menos 4 dias após o aumento da temperatura basal;
  • A temperatura altera com a ingestão de bebidas alcoólicas e com relações sexuais durante a madrugada.

Vai testar? Vantagens e desvantagens do método Natural Cycles ®

“A principal vantagem do aplicativo é que já anota a temperatura diretamente do termômetro e percebe quando houve o aumento da temperatura”, pontua a ginecologista.

Para ela, as desvantagens não são exatamente do aplicativo, mas, sim, do próprio método, sendo que a principal delas é que é dependente principalmente do engajamento do casal. E reforça: “É um método com muitas variáveis, portanto, dificilmente totalmente confiável.”

Para quem quiser testar o aplicativo, ele é gratuito por um mês. Também pode ser adquirido por um plano de 4,20 dólares por mês.

LEIA TAMBÉM:

Texto: Thamires Motta e Loyce Policastro/Colaboradoras

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.