Seus ex-namorados podem ter algo em comum, sugere pesquisa

Pesquisadores da Universidade da Califórnia descobriram que parceiros românticos de uma pessoa podem ter alguma semelhança comportamental ou física

None
De acordo com a pesquisa, é provável que seus ex-namorados possuam características físicas e de personalidade semelhantes (FOTO: iStock/Getty Images)

por Redação Alto Astral
Publicado em 23/03/2017 às 17:02
Atualizado às 10:43

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Pense nos seus parceiros de relacionamentos anteriores, será que eles têm algo em comum? De acordo com um estudo realizado por pesquisadores da Universidade da Califórnia, é bem provável que eles apresentem alguma semelhança física ou mesmo opções religiosas parecidas.

Dois homens de terno bordô e camiseta azul com rosto semelhante e uma mulher no meio com cabelos longos e blusa preta fazendo sinal de dúvida e indecisão com as mãos

De acordo com a pesquisa, é provável que seus ex-namorados possuam características físicas e de personalidade semelhantes (FOTO: iStock/Getty Images)

Orientado pelo professor de psicologia Paul Eastwick, o trabalho concluiu que as pessoas podem ter um “tipo”, ou seja, a preferência por indivíduos com qualidades preestabelecidas. Mesmo assim, fatores do ambiente podem interferir nas escolhas amorosas, pelo menos é o que identificou o estudo.

Funciona da seguinte forma: pode ser que seus ex-namorados possuam ensino superior ou sigam a mesma religião, mas isso não ocorre porque você está sempre em busca de indivíduos assim, mas porque pessoas com essas características pertencem ao seu grupo social.

Foram analisados mais de mil relacionamentos heterossexuais, passados e presentes, de cada indivíduo participante, o que foi uma verdadeira novidade para essa área de pesquisa. Dessa maneira, foi possível constatar que ex-namorados, ou mesmo parceiros de relações casuais, tendem a ter até características físicas e de personalidade em comum.

Cinco homens e mulheres conversando e estudando em uma mesa com uma janela ao fundo

As escolhas amorosas podem estar relacionadas ao seu grupo social (FOTO: iStock/Getty Images)

Em relação aos atributos físicos, o pesquisador explicou que indivíduos atraentes têm o costume de seduzir parceiros também atraentes, pois trata-se de um mecanismo evolutivo. Mesmo assim, por quem você se apaixona pode ter relação com o lugar onde você mora, estuda ou trabalha – os critérios de escolaridade ou religião, por exemplo. Dessa maneira, a afinidade se dá por uma questão de convivência, não de seleção ativa.

Como conclusão, é possível dizer que as pessoas possuem um “tipo” específico pelo qual se apaixonam, mas isso pode variar dependendo da sua vontade ou do lugar onde você vive.

LEIA TAMBÉM

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.