Ranking dos signos mais ciumentos do Zodíaco

Veja como cada pessoa lida com a famosa pulga atrás da orelha

signos ciumentos
Foto: Shutterstock

Você, com certeza, já ouviu aquele famoso ditado popular de “quem ama, cuida”. Porém, como tudo na vida, nada em excesso faz bem, principalmente quando esse sentimento vem acompanhado de desconfiança e medo. A forma como conduzimos as relações pode estar diretamente vinculada ao Zodíaco, que revela os signos mais ciumentos.

Seja na hora de lidar com uma paixão, um amigo ou, até mesmo, aquele parente próximo. Cada um reage de um jeito diferente quando fica com aquela pulga atrás da orelha. Isso porque a nossa personalidade está diretamente ligada a data e horário em que nascemos. Descubra mais sobre esse seu lado a seguir!

Confira a posição dos signos mais ciumentos

12º Aquário (21/01 a 19/02)

Sem cobranças ou brigas, é assim que deve ser um relacionamento para esse signo. Se algo o incomoda, tem uma conversa sincera com o par. É muito mais razão do que emoção, mas, quando ama, o ciúme bobo pode bater, sim! A diferença é que você de tudo para esconder.

11º – Sagitário (22/11 a 21/12)

Não é uma pessoa que pega no pé, afinal, acredita que cada um deve ser responsável pelas suas ações. Mas, se é traído, parte para outra. Fala o que pensa, sem dó nem medo de magoar, afinal, se sentiu fragilizada e exposta diante de quem confiava.

10º – Gêmeos (21/05 a 20/06)

Cenas de ciúme e escândalos não fazem parte da personalidade deste signo, que preza pela liberdade, mesmo sendo um pouco inconstante. Não é de se irritar com coisas bobas. Mas pode mudar de humor de uma hora pra outra, principalmente se estiver discutindo com o par e ele falar algo errado.

9º – Libra (23/09 a 22/10)

É um signo sensato e valoriza a harmonia na relação. Ele tenta resolver qualquer ciuminho com uma boa conversa antes que uma briga possa começar. Curte um clima de puro romantismo.

8º – Virgem (23/08 a 22/09)

É discreto no ciúme e sincero quando não gosta de alguma atitude de quem ama. Até o par conquistar a sua confiança, arma-se contra a traição. Costuma ser muito exigente e, se acha que falta empenho do companheiro, começa a pensar que o amor acabou.

7º – Capricórnio (22/12 a 20/01)

Não admite infidelidade ou atitudes muito ousadas da pessoa amada, mas não faz o estilo deste signo discutir em público por possessividade. Para o capricorniano é necessário ter confiança no romance sempre. E, se pinta a mínima dúvida sobre o companheiro, a razão prevalece e o sentimento fica abalado.

6º – Áries (21/03 a 20/04)

Sua personalidade impulsiva costuma acabar fácil com sua paciência. Daí, pra ter uma crise de ciúme não é difícil. É melhor se acalmar para conversar. Como é impaciente e impulsiva, há chance de fazer ou falar algo drástico.

5º – Leão (22/07 a 22/08)

Costuma confiar no par e ser fiel, mas, se ficar com uma pulga atrás da orelha sobre alguma coisa ou a pessoa amada der mancada, vira uma fera e nunca esquece a traição.

4º – Peixes (20/02 a 20/03)

É muito emotivo e do tipo que fantasia as coisas. Basta seu amor parecer distante que já começa a sofrer com a suspeita de uma traição. Quando fica enciumada, pode exagerar um pouco e acabar aumentando as coisas. Aí, briga feio.

3º – Câncer (21/06 a 21/07)

É uma pessoa sensível e que precisa de declarações de amor, por isso, quando o parceiro é do tipo extrovertido e cheio de amigos, o ciúme bate forte. Quando sente que tem algo errado ou que a pessoa amada está agindo de forma estranha, se retrai e fica na defensiva.

2º – Escorpião (23/10 a 21/11)

É uma pessoa intensa e fiel. Se perceber alguma ameaça, passa a vigiar os passos da pessoa amada, tem crises de ciúme e pode até se vingar. É do tipo que, se encontrar qualquer mensagem meio suspeita no celular do companheiro, o sinal de insegurança já fica vermelho.

1º – Touro (21/05 a 20/05)

Os taurinos lideram a lista dos signos ciumentos! Afinal, desconfiam até da própria sombra. E, mesmo que a pessoa amada não dê motivos, briga e discute por horas e quer saber tudo que ela faz. Tem dificuldade em lidar com situações novas e, muitas vezes, vê algo que nem existia.

Leia também: