Pulmão: como as emoções podem afetar a saúde do órgão

Para para combater doenças como asma e bronquite, também é preciso tratar o lado emocional, sabia? Proteja a saúde do seu pulmão controlando as emoções

doencas-pulmao-emocoes
FOTO: Shutterstock

As doenças que atingem os pulmões têm diversas causas, entretanto, o que muita gente não imagina é que as emoções podem ser as responsáveis pelo desenvolvimento dos distúrbios. Por isso, para combater doenças como asma e bronquite, também é preciso tratar o lado emocional, sabia? Conheça três problemas que podem afetar o pulmão se o lado emocional não anda como deveria:

doencas-pulmao-emocoes

FOTO: Shutterstock

ASMA

A doença é considerada uma inflamação crônica das vias aéreas, fazendo com que o pulmão seja sensível ao menor sinal de irritação. A asma pode atingir qualquer faixa etária, sendo mais frequentemente detectada ainda durante a infância. “Não se sabe ao certo a sua causa, pois cada pessoa apresenta um tipo de sensibilidade, por isso há necessidade de investigar o que desencadeia o ataque para reduzir sua exposição a eles”, justifica a psicopedagoga Vanessa Cristina Guilhermon Rodrigues. Contudo, é sabido que as crises de asma podem ter como gatilho exposição a produtos irritantes e até mesmo momentos de estresse e de ansiedade contínuos.

 

BRONQUITE

O problema é caracterizado pela inflamação dos brônquios, gerando no portador tosse acompanhada de expectoração. Quando essa doença dura pouco tempo, é conhecida como aguda, enquanto na bronquite crônica, as crises são intensas e consecutivas.

 

Gripe

Apesar de muito comum, a gripe, quando não tratada, pode evoluir para um quadro de pneumonia. Os principais sintomas do problema são: tosse, febre, dor de garganta, dor de cabeça e tosse seca.

 

Consultoria Vanessa Cristina Guilhermon Rodrigues, psicopedagoga

 

LEIA TAMBÉM