Princípios básicos para crianças: o que é essencial ensinar aos filhos?

Especialistas falam o que é essencial transmitir às crianças para que se tornem adultos felizes e bem-sucedidos

Princípios básicos
Por Luis Felipe Silva - 24/07/2018

Os princípios que devemos passar às crianças devem moldar suas tomadas de decisões, independentes das situações. (Foto: ShutterStock/Pixabay Images)

Para que os filhos se tornem pessoas do bem e bem-sucedidas, é indispensável que os pais ensinem a eles princípios básicos. Conversamos com três profissionais para que listassem o que consideram essenciais na educação das crianças. Com a palavra, a psicóloga Samira Falcão e as educadoras Roberta e Taís Bento.

Ser responsável
Estimular essa característica nos filhos é eficaz porque melhora diversos aspectos da vida para que a criança se desenvolva e saiba lidar com os estudos e, mais tarde, consiga enfrentar os problemas da vida adulta baseadas em princípios sólidos. “Ao arrumar o quarto, guardar os brinquedos ou ajudar a colocar a mesa do jantar, a criança assimila a noção de procedimentos. Uma criança ou um adolescente que tem o senso de responsabilidade desenvolvido apresenta também um bom nível de autoestima. Ao perceber que está causando impacto positivo na família e sendo reconhecido por isso, a criança enfrenta melhor seus desafios”, explicam Roberta e Taís.

Pensar e agir sem ajuda externa
“Uma forma eficaz de incentivar a autonomia nas crianças é dar tarefas que elas consigam realizar, de acordo com a idade e a capacidade observada. É preciso proporcionar um elogio, incentivo e motivação para que ela realize. Caso alcance o sucesso, os pais devem fortalecer os ganhos obtidos e mostrar toda satisfação”, recomenda Samira.

Saber lidar com as emoções
“Saber lidar com as próprias emoções é ao mesmo tempo a melhor arma e o melhor escudo. Ajuda nos momentos difíceis e potencializa as situações de alegria. Aproxima pessoas e permite que relações sociais duradouras e saudáveis sejam formadas”, dizem Roberta e Taís, que também enfatizam que essa é uma competência essencial para viver uma vida plena e com princípios claros.
“Livros, filmes e revistas em quadrinhos são excelentes maneiras para ensinar a identificar emoções e conversar sobre como lidar com elas. Além da leitura, pais podem explorar com seus filhos o tipo de emoção que determinado personagem pode estar sentindo. Assim, a criança passa a conseguir identificar como outras pessoas sentem-se a partir do olhar atento”, completam.

Fazer por merecer
Ao adquirir esses princípios, a criança passa a compreender o senso de ética. “É importante ensinar que nem sempre vamos ganhar o que queremos e temos que aprender a sobreviver com essa emoção. Isso faz com que exista o aprendizado que ‘se eu não obedeço as regras na escola posso chorar, que não vão me dar o que quero’ e nas próximas vezes ela vai se lembrar que precisa se comportar para ter benefícios”, finaliza Samira.

VEJA TAMBÉM:

Texto:Vitória Augusto/Colaboradora//Edição:Luis Felipe Silva