Alimentos que podem aumentar ou diminuir a pressão arterial

Saiba quais deles evitar no dia a dia e outros que podem ser consumidos livremente nas refeições

alimentos para pressão alta
Foto: Shutterstock

Você sabia que a hipertensão arterial atinge cerca de um bilhão de pessoas no mundo? Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), é o principal fator de risco para doenças cardiovasculares, como o infarto e o AVC. Por isso que conhecer os alimentos para pressão alta é uma das recomendações médicas básicas nos dias de hoje.

Apesar da nutrição não ser a principal causa desse problema, é por meio dela que é possível regular a disfunção e evitar problemas mais sérios. De acordo com o cardiologista José Carlos Stefanini, “para cerca de 95% dos hipertensos não existe uma única decorrência para o surgimento da doença e sim um processo multifatorial, envolvendo aspectos genéticos, ambientais, entre outros”.

Para te ajudar a saber o que pode ou não entrar no cardápio do dia a dia, abaixo, separamos 10 alimentos que colaboram para o desenvolvimento da pressão arterial, além de outros que são benéficos para o seu controle e redução.

Alimentos que aumentam a pressão arterial

Chocolate

Queridinho de muitas pessoas, o chocolate é um vilão para quem tem pressão alta. Isso porque, em sua composição está uma substância chamada teobromina, que melhora a frequência cardíaca. Portanto, deve ser evitado por quem é hipertenso, mas é uma ótima alternativa para os hipotensos.

Carnes com gordura

Carnes gordas ou gordurosas (picanha, costela, alcatra, entre outras) também são alimentos maléficos para quem sofre de hipertensão. Neste caso, opte por carnes magras, como o patinho, a maminha, filé mignon, lagarto, músculo, coxão duro e mole.

Sal

O maior vilão da pressão alta é o sal, portanto, se você sofre com a hipertensão deve evitar ao máximo ingeri-lo. Algumas alternativas para substitui-lo na dieta são temperos como o alho, a cebola, o cominho e o louro. Já quem possui pressão baixa deve inclui-lo no cardápio.

Álcool

Beber certa quantidade de vinho diariamente pode ser muito benéfico para quem tem pressão baixa. Já para os hipertensos a história se inverte: mesmo que ocasionalmente, ingerir álcool em demasia pode ser prejudicial para quem possui pressão arterial acima do comum.

Embutidos

Por conter quantidades excessivas de sódio em sua composição, os alimentos embutidos (como o presunto, a linguiça e a salsicha, por exemplo) também devem ser evitados no combate à pressão alta. Mas quem é hipotenso também deve evitar consumi-los e optar por alternativas mais saudáveis, como frango ou peru.

Cafeína

Alimentos com cafeína entre os ingredientes (café, chá verde, refrigerantes e alguns sucos, por exemplo) causam o aumento da frequência cardíaca, o que acaba por prejudicar os hipertensos – que devem evitar consumi-los com moderação.

Molhos

Com grande quantidade de sódio, molhos como ketchup e mostarda também devem ser evitados (ou consumidos com moderação, caso o médico aprove) por quem sofre com pressão alta.

Alimentos congelados

Assim como os molhos e embutidos, alimentos congelados possuem alto teor de sódio em sua composição, o que os torna maléficos na dieta de um hipertenso. Ao comer meia lasanha congelada, por exemplo, você estará adicionando 1.734 mg de sódio em seu organismo.

Açúcar

Consumir açúcar em demasia também pode interferir para o aumento da pressão arterial, além de contribuir para o ganho de peso e diabetes.

Frituras

Evitar frituras na dieta também evita a hipertensão, além de afastar também problemas mais sérios, como o colesterol. Que tal substituir o óleo por azeite de oliva?

Alimentos que abaixam a pressão arterial

Banana

Além de baixar a pressão, a banana também repõe as energias e reduz hormônios ligados ao estresse. Caso você não queira comer a fruta todos os dias, experimente algumas receitinhas, como: vitaminas, brownies e saladas de frutas, por exemplo. Mas fique atenta aos ingredientes que serão usados!

Lombo

Uma ótima notícia para quem gosta de comer carne de porco, já que algumas opções podem ser maléficas para o organismo. O lombo de porco pode ser consumido por hipertensos, desde que este opte por um corte magro. Prefira prepará-lo assado ou cozido. Caso queira alternativas diferentes de preparo, aposte na carne como um recheio para tapioca, tortas ou lanches.

Iogurte

O iogurte natural (sem gordura) possui nutrientes que contribuem na regulagem da pressão arterial. Além disso, este é um alimento bastante flexível, podendo ser consumido em diversas refeições, como no café da manhã, lanche ou até mesmo como um ingrediente no preparo de molhos para saladas.

Soja

O grão é considerado um ótimo vasodilatador e, além de ser benéfico para quem é hipertenso, também contribui para a prevenção do colesterol. Uma sugestão de consumo é a soja cozida, que pode ser inserida em saladas ou ser substituta do feijão.

Melancia

Conhecida por ser um alimento diurético, a melancia também é uma aliada para quem é hipertenso, pois ela possui um nutriente que ajuda no relaxamento dos vasos sanguíneos. O ideal é consumir a fruta em fatias ou em suco (sem açúcar ou adoçantes).

Couve

Conhecida como um superalimento, a couve proporciona diversos benefícios para o organismo, entre eles alguns nutrientes essenciais que protegem as células e são antiinflamatórios. Para consumir a couve, você pode prepará-la crua na salada ou refogada.

Quinoa

Muito adotada em dietas de emagrecimento, a quinoa beneficia também quem sofre com a alta pressão arterial. Você pode usá-las no preparo de saladas com os mais diversos temperos – desde que não contenham sódio ou outros componentes maléficos para a hipertensão.

Leite

Desde que consumido em versão desnatada, o leite desnatado possui cálcio e vitamina D em sua composição, nutrientes que contribuem para a saúde de quem sofre com a pressão alta. No entanto, prefira ingeri-lo puro, para tirar o máximo de proveito de seus componentes.

Abacate

Além de ser benéfico para a saúde e contribuir para quem tem pressão alta, o abacate também pode ser preparado de diversas maneiras, tanto em receitas doces quanto salgadas. Inclua-o na dieta!

Batata

Por ser rica em potássio, a batata tem o poder de acabar com a quantidade excessiva de sódio no organismo, o que ajuda na regulagem da pressão arterial. No entanto, ela deve ser consumida assada.

Leia também: