Da feira ao copo: como preservar as propriedades das frutas?

Entre a feira e a geladeira é difícil manter todas as propriedades das frutas. Veja os cuidados necessários para preservar suas vitaminas, minerais e fibras

Aprenda a preservar frutas e suas propriedades
Foto: iStock.com/Getty Images

Se você pensa que para preparar um bom suco basta picar as frutas e bater tudo no liquidificador, está muito enganada! As frutas são alimentos bastante sensíveis e que perdem com facilidade suas propriedades quando tratadas com desatenção. O resultado? Sucos pouco eficientes com zero vitaminas e minerais. Para não correr o risco de mandar a dieta para o ralo, separamos os principais cuidados que você deve ter para preservar todas as propriedades das frutas. Confira:

cesta de frutas com maçã, banana e laranja

Foto: iStock.com/Getty Images

Como escolher as frutas?

O primeiro passo é escolher frutas da época. Como elas se encontram no clima ideal para o seu desenvolvimento, seus nutrientes costumam se preservar. Outro benefício é que frutas da estação costumam ser as mais baratas do mercado. “Em geral, é importante averiguar se a casca está íntegra e uniforme”, destaca Paula Cabral, nutróloga da Clínica Hagla, do Rio de Janeiro (RJ). Frutas como maçã, abacate e manga devem ser escolhidas pela beleza e textura. Já para descobrir se o abacaxi está maduro, recorra ao velho truque de puxar delicadamente uma das suas folhas menores: se ela sair com facilidade, pode levá-lo para casa. Em relação às frutas que podem ser consumidas em vários estágios de maturação (como a laranja, o caqui e o maracujá), é importante saber em quanto tempo você pretende consumi-las antes de comprá-las. Em todo caso, leve unidades mais maduras para consumo imediato e outras verdes para irem amadurecendo com o passar dos dias. Assim, você evita que as frutas estraguem antes de virarem suco.

VEJA TAMBÉM:

Frutas fresquinhas e suas propriedades

5 frutas milagrosas para a saúde

Geladeira limpinha: dicas para manter a higiene dos alimentos no eletrodoméstico

Como armazená-las?

“Prefira guardar os alimentos na fruteira. Caso não for consumi-los na fase correta, opte pela geladeira para preservar suas propriedades por mais tempo”, recomenda a nutróloga. Para frutas em grande quantidade, invista no congelamento: as congeladas em pedaços duram seis meses na geladeira e polpas um ano. Entretanto, tome alguns cuidados para que os nutrientes não expirem. “No congelamento lento (feito com a fruta inteira), há o rompimento das membranas do alimento. E quanto maior for o pedaço de fruta, mais tempo levará para ser congelado”, frisa Paula Cabral.

Bê-á-bá da higienização

Antes de consumir as frutas, mergulhe-as durante 15 minutos em água sanitária própria para alimentos (encontrada nos mercados). Ela extermina qualquer tipo de parasita que, por ventura, estiver no alimento. Na sequência, enxágue com água potável em abundância.

Prepare corretamente para obter todas as propriedades das frutas

Já na hora do preparo, evite deixar as frutas picadas durante muito tempo ou mesmo fazer uma única jarra para ir tomando ao longo do dia. Isso porque as vitaminas e os minerais das frutas perdem suas propriedades no contato prolongado com o oxigênio. Para obter as propriedades das frutas, evite também a peneira, que impede que as fibras cheguem ao seu copo.

Texto: Leonardo Valle/Colaborador | Consultoria: Paula Cabral, nutróloga da clínica HAGLA, de Campos (RJ)