As polêmicas em torno da renúncia do Papa Bento XVI

Problemas de saúde e sua idade avançada foram as causas alegadas para a abdicação do Papa Bento XVI. Porém, há quem diga que os motivos tenham sido outros.

papa bento XVI, george bush filho
FOTO: Wikimedia Commons

A mais recente renúncia da história foi a de Bento XVI, em 2013. Problemas de saúde e sua idade avançada foram as causas alegadas para a abdicação. Porém, há quem diga que os motivos tenham sido outros, muito mais obscuros. A desistência foi inesperada – depois de quase 600 anos de estabilidade – e a decisão estremeceu o coração da Santa Sé. Suspeita-se que a verdadeira causa para a renúncia seria, na verdade, uma reunião de documentos secretos revelados pelo seu mordomo pessoal, Paolo Gabriele, e outros funcionários.

papa bento XVI, george bush filho

FOTO: Wikimedia Commons

O conteúdo relata casos de corrupção, roubo de informações, lavagem de dinheiro, entre outras ações que não seriam comuns para uma instituição religiosa que prega a dignidade e honestidade dos homens. Além disso, o papa foi suspeito por casos de pedofilia recorrentes na Igreja. O conjunto dessas ações pode ter levado ao enfraquecimento de Bento XVI, que usou as razões citadas acima como argumento para renunciar.

LEIA TAMBÉM

Texto: Nathália Piccoli