Polêmica do foxy eyes: por que a tendência se aproxima do racismo?

Entenda como a tendência de “olhos de raposa”, o “foxy eyes”, revela traços de racismo

A questão principal envolve uma discussão sobre apropriação cultural semelhante à das tranças nos cabelos e dos lábios volumosos

polêmica do foxy eyes
Foto: Reprodução/Pinterest

Provavelmente você já se deparou com algum post na internet falando sobre a polêmica do foxy eyes. No entanto, é preciso muito cuidado para entender sobre o que de fato ela se trata. Pois bem, a problemática principal envolve uma discussão sobre apropriação cultural – tão lembrada quando os assuntos são tranças nos cabelos e lábios volumosos.

Mesmo assim, antes de entrarmos nesse mérito, você sabe no que consiste essa nova suposta tendência? A estética de beleza tem como objetivo esticar os olhos a partir do efeito lifting. Isto é, por meio da técnica, o olhar ganha uma dimensão mais estendida, como no fenótipo oriental.

De delineados bem fininhos e fita adesiva à intervenção cirúrgica, são diversas as formas possíveis para alcançar o resultado dos “olhos de raposa” – que ganharam uma legião de fãs após a tendência se popularizar nos rostos das modelos Bella Hadid e Kendall Jenner. Em um primeiro momento, a aderência desse “visual” parece inofensiva, mas ela pode estar intrinsecamente ligada a questões de preconceito racial.

polêmica do foxy eyes
Foto: Reprodução/Pinterest

Quantas vezes você já não escutou alguém se referindo a um oriental como “aquele com os olhos puxados” de maneira estigmatizadora e, claramente, pejorativa? Pois é, exatamente neste ponto é que mora o problema. Por que quando uma pessoa branca e padrão resolve adicionar isso à sua natureza essa estética passa a ser bem vista? Como citamos acima, o mesmo acontece com elementos da cultura negra.

Não estamos dizendo que a escolha de alguém em aderir à tendência do foxy eyes é necessariamente racista, mas é preciso ressaltar que uma reflexão sobre isso deve, sim, ser feita. Isto porque, talvez, essa decisão pessoal, totalmente aleatória e singular, pode não ser má intencionada, mas, com certeza, ela não foi estudada a fundo.

Enquanto, hoje, pessoas brancas se sentem livres para incorporar etnias como se fossem tendências apenas porque ainda são tidas como a raça suprema e padrão – e por isso conseguem transitar entre as outras como bem entendem, em países como China e Coreia do Sul é muito comum que os nativos procurem por cirurgias para ter olhos maiores e com as dobrinhas nas pálpebras, típicas das naturais ocidentais. A intervenção, geralmente, vem para que eles sejam vistos de maneira mais positiva socialmente.

Tendo isso em mente, depois de estudar a polêmica do foxy eyes é preciso entender que existe uma responsabilidade e um posicionamento por trás de aderi-la.

Leia também: