Pole dance aflora a sensualidade, define o corpo e beneficia a mente

O pole dance é bom para tudo: modela o corpo, dá flexibilidade e equilíbrio, aumenta a sensualidade e fortalece a autoestima

mulher praticando pole dance
Foto iStock.com/Getty Images

O pole dance atrai as pessoas com diferentes objetivos: modelar o corpo, dar flexibilidade e equilíbrio, aprender a sensualizar, ultrapassar limites e fortalecer a autoestima. Quer saber mais?

mulher praticando pole dance

Foto iStock.com/Getty Images

Benefícios para o corpo

“O pole dance é uma atividade física completa, que desenvolve e fortalece a musculatura, a flexibilidade, o equilíbrio e a consciência corporal. O alto gasto calórico é aliado à isometria (contração muscular) e resulta em perda de gordura e tonificação de todo o corpo. Já no primeiro mês de aula é possível reparar as mudanças no corpo. A aluna fica mais bem disposta e tem facilidade para as tarefas no dia a dia. No primeiro trimestre já consegue perceber a melhora na postura, perda de gordura e maior definição muscular”, afirma a professora de pole dance Lu Senra.

Controla as emoções

“Pode até parecer fácil, mas é um exercício de superação e persistência. A aluna é estimulada a não desistir e acreditar em seu potencial e ultrapassar seus limites. Além disso, trabalhamos a autoestima e a aceitação do próprio corpo. O Studio A acredita que cada aluna tem um brilho próprio, que precisa ser desenvolvido, e que a individualidade deve ser respeitada. Não acreditamos em padrões rígidos de modelos de corpo e ensinamos nossas alunas a se amarem e se cuidarem em primeiro lugar”.

Pole dance é sensual

“O pole dance tem uma vertente sensual que faz parte de sua origem e é muito bonito. Oferecemos aulas específicas, pois temos muitas alunas que buscam o sexy e o exotic pole pra dançar de salto alto, rebolar e se sentir poderosa. Contudo, o pole tem ganhado cada vez mais espaço como atividade fitness pelos benefícios que traz ao corpo e também pela proximidade com outras atividades como os aéreos no circo, tecido e trapézio”.

Leia também: