11 plantas que são fáceis de cuidar e cultivar dentro de casa

Mesmo com a correria do dia a dia e a memória fraca é possível ter um pouco de natureza dentro de casa

plantas fáceis de cuidar
Foto: Shutterstock

Graças a sua rotina, você quase não para em casa. E, quando está nela, prefere fazer coisas banais, apenas para relaxar. Ou, quem sabe, é daquelas pessoas que vivem esquecendo de fazer algo, como, por exemplo, regar aquela flor que está há dias sem ver uma gota de água. Se, mesmo com todos esses detalhes, ainda queira ter um pouco de natureza nos ambientes internos, seja para purificar o ar ou trazer vida ao lar, talvez a solução seja apostar em plantas fáceis de cuidar.

São diversas as espécies que não precisam ficar expostas a luz solar e que passam dias, até semanas, com a terra bem hidratada. Por exigirem baixa manutenção, elas podem ser colocadas em quase todos os cômodos, dando aquele toque especial a decoração. Não tem muita habilidade com jardinagem, mas quer investir nessa ideia? Então, dá só uma olhadinha na lista que preparamos para você.

Traga vida ao seu lar com essas plantas fáceis de cuidar

1. Asplênio

plantas fáceis de cuidar Asplênio

Foto: Reprodução

Espécie de tonalidade vivida e de formato muito semelhante a alface. Consegue se adaptar facilmente a vasos pequenos e pouca incidência de luz. Porém, requer um fluxo de vento para continuar crescendo e estender sua longevidade.

2. Jibóia

jibóia

Foto: Reprodução

Uma das plantas fáceis de cuidar mais conhecidas e cultivadas entre os brasileiros. Esse fato se deve a seu alto nível de adequação aos diferentes cômodos da casa. São bastante resistentes, não precisam ser regadas com frequência e preferem pouca luz.

3. Zamioculcas

Zamioculcas

Foto: Reprodução

Pode ser colocada em ambientes internos com pouca luz, já que se desenvolve muito bem em locais com sombra. Também não necessita de regas periódicas, podendo ser hidratada com intervalos maiores de tempo. Cresce rápido e tem folhagem brilhante, perfeita para decoração.

4. Cróton

plantas fáceis de cuidar Cróton

Foto: Reprodução

É uma das plantas fáceis de cuidar com folhagem mais colorida. Pode apresentar tons que vão do verde ao lilás, sendo bastante utilizadas na decoração. De preferência, colocá-la em um vaso médio, em locais que possua iluminação natural. Regar de duas a três vezes por semana.

5. Antúrio

plantas fáceis de cuidar Antúrio

Foto: Reprodução

E já que estamos falando de espécies coloridas, o antúrio também é uma excelente opção para dar vivacidade ao cômodos. Assemelha-se ao lírio-da-paz, e pode ser facilmente confundida com plantas artificiais, graças ao seu brilho. Deve ser posicionada longe da luz direta do Sol e regada de duas a três vezes por semana.

6. Agave

plantas fáceis de cuidar Agave

Foto: Reprodução

Para quem adora criar arranjos ou composições harmoniosas, essa espécie tem tudo para fazer sucesso. Cultivada em todos os tipos de vasos, pode ser colocada em luz direta ou meia-sombra. Não precisa ser regada com frequência, e detesta exageros.

7. Chifre-de-veado

plantas fáceis de cuidar Chifre-de-veado

Foto: Reprodução

Está procurando algumas plantas fáceis de cuidar, mas com estilo e formato diferente. Essa aqui é a sua opção ideal! Seu destaque vai para o tamanho que podem alcançar, atingindo comprimentos além de 2 metros. Para ela, meia-sombra já basta, precisa ser regada com certa periodicidade e tem forte tolerância ao frio.

8. Aglaonema

plantas fáceis de cuidar Aglaonema

Foto: Reprodução

Tem a beleza das espécies tropicais, mas sem a necessidade de sempre mantê-la regada – apenas uma vez por semana. Cresce rapidamente em ambientes com meia-sombra, mas precisa estar em locais com ar úmido. Por ter a folhagem tóxica, deixe-a longe do alcance de crianças e animais.

9. Peperômia-marrom

Peperômia-marrom

Foto: Reprodução

Com folhas pequenas e de aparência mais delicada, não necessita de grandes cuidados. O seu segredo está em manter o colo sempre úmido. Desenvolve-se bem em ambientes internos, que não possuem grande incidência de luz solar.

10. Palmeira areca

Palmeira areca

Foto: Reprodução

Uma das maiores espécies da lista, ideais para comporem a decoração de salas e entradas. Tem folhagem fina e, por isso, precisa estar próxima da luminosidade natural. Em compensação, pode ser regada uma vez por semana apenas.

11. Tillandsias

Tillandsias

Foto: Reprodução

Deixamos uma opção especial para o final. Essa espécie é diferente de muitas outras plantas, já que não precisa de solo para se desenvolver. Isso mesmo! Tanto a água quanto os nutrientes são absorvidos por meio das folhas. Podem ser cultivadas em ambientes internos, com luminosidade indireta, porém exigem mais água em dias quentes.

Leia também: