Pilates ou Yoga? Saiba as diferenças e escolha o melhor para você!

Os movimentos são parecidos, mas as duas atividades têm objetivos diferentes! Descubra qual delas mais combina com você e aposte sem medo!

mulher praticando yoga
Foto Shutterstock.com

O Pilates e o Yoga caíram no gosto popular. Ambas se preocupam em trazer bem-estar ao corpo, de modo a utilizar técnicas semelhantes. “As duas práticas trabalham concentração, consciência corporal, autocontrole e respiração por meio de exercícios lentos, com poucas repetições”, explica o educador físico Thiago Martinez.

Exatamente por serem parecidas em alguns aspectos, existem pessoas que ficam na dúvida sobre qual delas praticar. Pensando nisso, que tal conhecer mais sobre esses exercícios e decidir qual deles tem mais a ver com o seu estilo? Confira!

mulher praticando yoga

Foto Shutterstock.com

Yoga

É uma modalidade muito antiga, originária da Índia, que trabalha o corpo – promovendo a flexibilidade – e também estimula o equilíbrio mental e espiritual, fator essencial para quem busca autoconhecimento. “A prática envolve desde movimentos, posturas, exercícios respiratórios e meditação, até mudanças no estilo de vida, como a alimentação”, acrescenta Thiago.

É indicado para quem?
É possível fazer exercícios que são puramente físicos, enquanto outros se preocupam com a respiração e a meditação. Por isso, antes de iniciar a aula, o mais indicado é que o interessado tenha em mente o que busca com essa atividade. Com a Yin Yoga, por exemplo, o praticante consegue ativar os músculos que são capazes de aliviar a tensão, acalmando o corpo e a mente. Já uma outra modalidade do exercício, conhecida como Bikram yoga, é para quem deseja desintoxicar o organismo, ou seja, é ideal para aquelas pessoas que são atléticas e que querem se aprofundar em posturas.

Evite caso…
Você tem dores na coluna? Sofre com osteoporose ou qualquer outro problema físico? Então, o melhor é evitar a yoga, já que ela pode forçar a região lesionada, piorando a doença. Contudo, se você tiver uma lesão ou alguma contraindicação médica, pode optar pela yoga mais suave ou pela terapêutica, as quais tornam-se ótimas opções para fortalecer o corpo, melhorar a flexibilidade e, de quebra, acalmar os ânimos.

Leia também:

Pilates

É um método mais moderno – e que possui influências dos exercícios da yoga – capaz de fortalecer a musculatura através do realinhamento da postura, preparando o corpo para o desempenho de outras atividades físicas. “Além disso, o Pilates apresenta ótimos resultados na reabilitação de lesões e desvios posturais”, complementa o educador físico.

É indicado para quem?
Está em busca de treinos mais estruturados? Então, o pilates é uma boa alternativa para você! Esse exercício pode ser muito bem caracterizado como uma forma de disciplina, já que exige compromisso e prática regular para que os benefícios sejam conquistados. Por isso, ele é indicado para quem deseja definir os músculos, melhorar a postura e deixar a respiração com maior qualidade.

Evite caso…
A impaciência é uma das suas principais características? Se sim, o pilates não vai funcionar tão bem para você, pois não apresenta uma solução rápida para seu problema. No caso de lesões, o aconselhável é informar ao professor para se é possível fazer os exercícios.