11 perguntas e respostas sobre sexo que você sempre quis saber

Quem nunca teve dúvidas sobre sexo? A jornalista e sexóloga Laura Muller decidiu escrever o livro "500 perguntas sobre sexo", e você confere algumas aqui!

Por Redação Papo Feminino - 02/09/2011

FOTO: Shutterstock Images

Dúvidas sobre sexo todo mundo tem. Seja sobre orgasmo e prazer, sobre masturbação ou as diferentes “modalidades” de sexo, é normal que sobrem algumas dúvidas sobre os temas. Foi pensando nisso que a jornalista e sexóloga Laura Muller e o ginecologista Nélson Vitiello decidiram escrever o livro 500 perguntas sobre sexo – Respostas para as principais dúvidas de homens e mulheres (Editora Objetiva).

Agrupando as perguntas por temas, como penetração vaginal, desejo e freqüência sexual, ousadias e fantasias sexuais, entre outros, eles elencaram as principais perguntas que as pessoas se fazem sobre os assuntos. Confira um pedacinho do que você vai encontrar nas páginas do livro, divulgado pela editora:

guia do sexo oral para homens

Foto: iStock/Getty Images

1. Masturbação é certo? 

“Quem quer sentir mais prazer na cama precisa perder a inibição de se masturbar. Essa é a maneira mais fácil de conhecer o próprio corpo e de descobrir áreas em que o toque é deliciosamente excitante”.

2. Como fazer sexo oral?

“A opinião é quase unânime: sexo oral é o máximo. Agrada homens e mulheres. A língua e a boca têm a temperatura e a umidade ideais para tornar a carícia muito mais excitante. Só não pode ter preconceito…”.

3. E o sexo anal?

“Os homens simplesmente adoram. Vivem pedindo à parceira. E ela? Vive recusando. Afinal, sexo anal é bom ou ruim? Se for feito com uma certa técnica, há quem garanta que seja extremamente prazeroso”.

casal transando, fazendo sexo anal, vida sexual incrível

Foto: Shutterstock

4. Penetração vaginal é suficiente?

“Para muitas pessoas, sexo só é sexo se houver penetração. Não importa se fizeram sexo oral, masturbação ou outro tipo de carícias eróticas. Toda essa valorização do contato do pênis na vagina acaba surtindo altas doses de ansiedade, o que não faz bem. O segredo para ser mais gostoso? Relaxar“.

5. Quantas vezes devemos transar?

“Só três vezes na semana ou todo o dia? Apenas no final de semana? No fundo, não há regra. Depende de você. Mas uma coisa é certa: o desejo só vem se você se empenhar para estimulá-lo“.

6. Como chegar ao orgasmo?

“Chegar ao orgasmo é uma delícia. Mas ninguém precisa se torturar só porque tem dificuldade de consegui-lo. Há técnicas para resolver esse problema e para incrementar ainda mais o prazer. Funcionam. É só experimentar…”.

7. Devemos realizar todas as fantasias?

“Ter fantasias todo mundo pode, o que quiser. Se dá ou não para colocar todas em prática, é uma outra história. Há ousadias e ousadias. Algumas podem ser perfeitamente incluídas no repertório sexual, sendo apenas um ingrediente a mais para o prazer. Outras… Melhor deixar só na imaginação”.

Casal em pé na parede, durante as preliminares do sexo

Foto: Shutterstock

8. Como saber se sou homossexual?

“Será que ele é? Será que eu sou? Essas dúvidas incomodam grande parte das mulheres e dos homens. E se você for? Será que há mesmo algum problema?”.

9. E as doenças sexualmente transmissíveis?

“‘Em mim não pega’. Grande parte das pessoas que se vê, de repente, com uma doença sexualmente transmissível, pensava exatamente dessa maneira. Não há saída: é preciso usar camisinha. Quem não usa, corre, sim, o risco de se contaminar”.

10. Sexo na gravidez rola?

“A vida sexual na gravidez se complica, sim, mas não é por isso que precisa ser deixada de lado. Pelo contrário: quem a mantém ativa vive um período muito mais feliz. Para quem está no outro extremo — não quer engravidar — uma boa notícia: há métodos cada vez mais avançados. Com certeza um deles cairá como uma luva para você”.

11. Quais as principais dúvidas masculinas?

“Tamanho do pênis, ereção do pênis, ejaculação do pênis. As principais dúvidas dos homens giram em torno dele — o pênis — tão importante no universo masculino que ganha até nome próprio. Baixar esse nível de ansiedade e preocupação é o segredo para uma vida sexual mais feliz”.

Texto: Daniela Venerando e Larissa Faria

LEIA TAMBÉM