Pedro Bial fala sobre depressão: “tenho que lidar diariamente com minha ansiedade”

Pedro Bial fala sobre depressão em entrevista com Marcelo Bonfá e revela como foi este período difícil na vida do jornalista; saiba mais

Pedro Bial com uma camisa branca no programa Altas Horas
Por Vitória Pereira - 29/03/2019

Foto: Carol Caminha/Gshow

O jornalista Pedro Bial fala sobre depressão e revela que enfrentou momentos difíceis por 6 meses. A situação ocorreu há 19 anos e o apresentador comentou como foi esta fase: “Pensar no pior, no sentido de pensar em suicídio? Não. Mas há outras maneiras de você se abandonar. Pode não pensar num suicídio ativo, dar um tiro na cabeça, se jogar pela janela, mas pode parar de se cuidar, se largar, parar de prestar atenção em coisas que são importantes para a sua felicidade, e assim permitir que alguma coisa ruim aconteça a você”.

Em entrevista com Marcelo Bonfá em seu canal do Youtube, Bial disse que superou a depressão. “Na virada do século, do milênio, eu andei bem ruinzinho, roendo borda de penico. Mas dei a volta por cima, com um bom psicanalista, com psiquiatra, medicamento”, revelou o apresentador.

Bial afirmou que não teve recaídas e que quando aparece sinais de transtorno depressivo, ele já toma algumas precauções.

Pedro Bial de terno preto participando do programa Altas Horas

Pedro Bial fala sobre depressão em entrevista com Marcelo Bonfá. Desde 2017, Bial apresenta seu próprio talk show, ‘Conversa com Bial‘ Foto: Foto: Carol Caminha/Gshow

“Procuro canalizar minha ansiedade no trabalho, botar essa energia pra andar. Mas tenho que lidar diariamente com minha ansiedade de estar aqui. O que não é muito fácil, porque nós nunca estamos onde nós estamos. A cabeça está sempre se lembrando de alguma coisa ou projetando. A gente nunca está no lugar e no momento onde está. Acho que pelos breves momentos que a gente consegue isso já é legal”, contou o jornalista.

Além de comentar sobre esse período difícil, ele falou a respeito do programa Big Brother Brasil. “Um sucesso extraordinário, eu tenho muito orgulho de ter participado desse fenômeno. Hoje eu fico só de espectador, batendo palmas pro Tiago Leifert”, elogiou o ex-apresentador do reality.

LEIA TAMBÉM: