Dicas básicas e práticas de como organizar o guarda-roupas

Mantenha seu armário sempre em ordem com esses truques funcionais

como organizar o guarda-roupas
Foto: Reprodução

A necessidade de organizar o guarda-roupas ou o closet é uma tarefa encarada de forma desafiadora por uma grande parte das pessoas. No entanto, começar a arrumar é o mais difícil, após o primeiro passo dado, o trabalho flui e o espaço começa a ganhar uma nova forma.

Pensando em facilitar esse momento, Érica Duarte, que é coordenadora da divisão de decoração e organização da Telhanorte, apresenta algumas dicas simples que ajudarão na hora de dar aquela repaginada no armário.

Coloque um fim no caos com estes truques para organizar guarda-roupas

Mantenha só o necessário 

O primeiro passo da organização é separar as roupas e acessórios que não são mais usados. “Após retirar o que não se veste mais, sugiro escolher uma parte do guarda-roupas de cada vez para ajudar na disposição”, afirma a coordenadora. Especialmente se você vive em um espaço pequeno é essencial escolher bem o que fica e o que já não faz mais sentido continuar mantendo.

Questione a si mesma

Continuou em dúvida sobre algumas peças? Agora é hora de realizar algumas perguntas. Qual foi a última vez que ela foi usada? Usaria novamente? Tente sempre afastar dos pensamentos do quanto você gastou em determinada roupa, para que não se sinta obrigada a mantê-la somente por esse fator.

Para quem é muito apegada à essas questões, é possível ainda ganhar um dinheiro extra vendendo os itens para brechós ou sites de segunda mão, por exemplo. O importante mesmo é ser capaz de entender o que é necessário ser mantido ou não.

Mais usadas são prioridades  

O ideal é colocar as peças que são mais utilizadas nas gavetas de cima e as que são menos aproveitadas nas unidades de baixo. Portanto, as roupas íntimas devem estar, preferencialmente, nas primeiras gavetas, enquanto os pijamas ficam nas últimas. As peças para festas ou eventos especiais devem ser colocadas juntas para facilitar a localização. Por fim, as roupas menos utilizadas, como os casacos pesados, podem ficar no fundo ou no alto do armário.

Item auxiliar

“Para facilitar ainda mais a localização das peças, organizadores e divisórias plásticas podem ser utilizadas no armário ou na própria gaveta. Esses itens são indicados para separar roupas e acessórios, como cintos, bijuterias, lingeries, meias e lenços, por exemplo”, explica a especialista.

Cabides para organizar o guarda-roupas

Na hora de pendurar as peças, os cabides em formato arredondado são recomendados, pois evitam o desgaste das peças. Roupas de lã e malhas podem ser guardadas nas prateleiras e gavetas. Não devem ser penduradas para evitar que as fibras se afrouxem e, como consequência, percam a forma. “Inserir os cabides na mesma direção favorece o ganho de espaço no armário”, ressalta Érica.

Conservação da peça

Após organizar o guarda-roupas, é necessário pensar em maneiras de continuar conservando as peças. “Naftalina ou cânfora mantém as peças sem mofo e cheiro. Depois de tanto trabalho, não se esqueça de organizar o armário periodicamente. Assim, sempre terá espaço livre para as novas roupas”, destaca a coordenadora.

Guarde as bolsas em prateleiras

Uma boa dica é preencher as bolsas com enchimentos para que elas não percam a forma ou fiquem amassadas com o tempo. Para isso é possível utilizar saquinhos de sapato que sobraram ou, até mesmo, travesseiros pequenos que não estão sendo utilizados. Além disso, é importante guardá-las separadas e penduradas para evitar também que fiquem amarrotadas.

Caixas

Para quem não possuir muitas prateleiras ou gavetas dentro do guarda-roupas, uma opção é utilizar caixas para agrupar alguns tipos de peças juntos, como os biquínis, por exemplo. Além disso, não deixar tudo exposto pode ser uma forma mais visual de entender que está tudo organizado, tornando mais fácil manter dessa forma mais tarde.

Leia também: