Mitos e verdades sobre o coletor menstrual que você precisa saber

Ainda tido como um tabu, a obstetriz Mariana Betioli esclarece as principais dúvidas sobre o tema

o que é um coletor menstrual
Foto: Shutterstock

Para muitas mulheres o período da menstruação é a pior fase do mês. Irritabilidade, alterações hormonais e ainda ter que lidar com as trocas constantes de absorvente, com medo dele vazar ou marcar em uma roupa. É nesse cenário que uma alternativa para higiene íntima está ganhando cada vez mais adeptas. Você já pode ter ouvido falar nele, mas será que sabe de fato o que é um coletor menstrual?

Esse pequeno artigo de uso feminino ainda é um tema que gera muita polêmica, seja por insegurança ou até medo de experimentar novas possibilidades. Por isso, Mariana Betioli, obstetriz e fundadora da marca Inciclo, esclarece sobre os principais mitos e verdades a respeito dos coletores e seu uso.

Saiba o que é um coletor menstrual

Embora esse método já não seja nenhuma novidade, ainda há muito o que se aprender sobre ele. O coletor nada mais é do que um copinho de silicone que serve para apanhar o sangue durante a menstruação. Totalmente ajustável ao corpo da mulher, o dispositivo surgiu como uma maneira mais sustentável e econômica do que o absorvente comum.

Diferente do meio já usual, o coletor pode ser reutilizado várias vezes, isso quando bem higienizado. Mesmo que muitas mulheres não se adaptem a ele, é de suma importância que existam outras opções para que qualquer pessoa possa testar durante essa fase e escolher a que se sente melhor.

Como usá-lo

Verdade. O coletor, por ser feito de silicone, é maleável, permite que você o dobre para conseguir introduzi-lo mais facilmente em seu canal vaginal. De acordo com a Betioli, para colocá-lo da maneira correta é simples:

  • Lave bem as mãos;
  • Procure uma posição confortável, pode ser em pé, agachada ou sentada no vaso sanitário. Você vai dobrar e inserir. Existem várias dobras que podem ser feitas, com o tempo cada mulher percebe a que funciona melhor para si;
  • Com os músculos da vagina relaxados, insira o seu coletor;
  • Coloque-o na direção horizontal, para trás (na direção do ânus). O coletor fica em posição mais baixa que um absorvente interno, o que facilita a remoção sem bagunça.

Como higienizá-lo

A forma de limpeza do coletor é bem simples. A maneira correta é utilizar de água e sabão neutro durante os dias de menstruação, levando em consideração o fluxo de quem o estiver usando. Ao final desse período, o ideal é fervê-lo e guardá-lo em um local protegido, para que possa ser usado no mês posterior. Toda a higienização deve ser muito bem feita para evitar que o canal vaginal seja infectado com bactérias.

Tire suas principais dúvidas sobre o assunto

1. Todo mundo que menstrua pode usar

Verdade. Essa talvez seja a melhor notícia para as mulheres, afinal de contas, todas podem usar o coletor menstrual. A única contra indicação para o uso do coletor menstrual é para mulheres no pós-parto. Durante essas 6 semanas não é recomendado o uso de nenhum produto interno. Para esse momento existem as calcinhas absorventes.

2. Ele é tamanho único

Mito. Existem diferentes tamanhos. A recomendação do modelo é feita baseada na tonicidade do assoalho pélvico que naturalmente diminui e perde elasticidade com a idade e com o período gestacional. A intensidade do fluxo não interfere na escolha do tamanho, o que irá impactar é na frequência com que será necessário esvaziar e fazer a higienização, para inserir novamente.

3. Pode cortar o “cabinho”

Verdade. O coletor deve ser colocado o mais perto possível da entrada da vagina, desde que não seja sentido. Nada deve ficar para fora. Se você vem colocando o mesmo corretamente e ainda assim a haste incomodar, você pode cortá-la com atenção para não furar. A função da haste é auxiliar na colocação e remoção do mesmo, porém algumas mulheres preferem cortá-la.

4. Ele pode ficar preso dentro de mim

Mito. Algumas mulheres acham que o coletor pode sumir ou ficar “navegando” pelo seu corpo, o que não é verdade. Segundo Mariana, é verídico que quando estamos excitadas o canal “aumenta”, ou seja, ele se estende, mas depois de alguns minutos volta ao normal. Em média, o canal vaginal possui entre 7 e 10 cm, quando a mulher não está excitada. Por isso, dá pra alcançar com os dedos qualquer objeto de uso interno.

5. O coletor menstrual machuca

Mito. O coletor não causa nenhum tipo de incômodo. Ele foi desenvolvido para que as mulheres não sintam desconforto algum.

6.  Virgens podem usar

Verdade. O conceito de virgindade envolvem muitos aspectos, inclusive culturais. Mulheres que nunca fizeram sexo também se adaptam ao coletor tranquilamente. Porém é importante levar em conta que, assim como qualquer produto de uso interno, ele pode provocar o rompimento do hímen. Então, se isso é uma questão relevante para você, prefira as calcinhas absorventes, que são de uso externo.

7. Posso usar qualquer panela para limpar

Mito. Entre um ciclo e outro, é fundamental esterilizar o coletor. Agora o que você vai usar para esterilizar que é a questão: você vai higienizar um item de higiene pessoal em uma panela que faz arroz? Não é muito recomendado, não é mesmo?! Hoje, no mercado, já existem itens próprios para essa limpeza, como a panelinha ou copo esterilizador da Inciclo. Você pode ainda optar por panelas de inox, ágata ou vidro, mas é importante que seja destinada exclusivamente para a higienização mensal do coletor.

8. Ele é uma opção mais econômica

Verdade. Além de ser mais sustentável, pois uma mulher usa em média 12 mil absorventes durante sua vida, o que representa cerca de 400kg de lixo, o coletor menstrual também é uma opção bem mais econômica, já que chega até a R$ 2,50, enquanto os métodos descartáveis ultrapassam o valor de de 20 reais facilmente.

9. Posso usar ele por até 12 horas

Verdade. O coletor menstrual pode ser usado por até 12 horas. Entretanto, é preciso reforçar que cada corpo e que cada organismo é único, portanto pode ser que uma mulher com fluxo mais intenso precise esvaziar ele mais vezes durante o dia.

10. Ele ajuda a mulher a compreender melhor o seu ciclo

Verdade. A menstruação é um tabu que acompanha as mulheres desde muito nova, por isso, contar com uma alternativa eficaz, que as ajudem a fazer as pazes com a menstruação, faz com o ciclo menstrual seja muito mais bem recebido e a mulher passe a aceitar melhor essa fase e as mudanças que ela traz em seu corpo.

11. Tanto faz usar coletor transparente ou colorido

Mito. Cores são lindas, mas adicionar corante ao coletor menstrual não é benéfico à saúde íntima da mulher. A mucosa vaginal é muito sensível e absorve muito mais do que a pele por exemplo, por isso não deve ser exposta a químicos e pigmentos coloridos.

O corante pode se desprender do coletor com o tempo e ser absorvido por uma das regiões mais sensíveis e importante do nosso corpo, o que explica porque alguns coletores coloridos vão se desbotando com tempo. Outro fator é a questão higiênica, o fato de o coletor menstrual ser transparente facilita a higiene, já que você conseguirá visualmente analisar se seu coletor menstrual está completamente limpo.

Leia também: