Você, patroa! Conheça o trabalho de revenda e ganhe autonomia e renda extra

Que tal trabalhar com revenda, complementar a sua renda com um dinheiro extra e ainda por cima ser sua própria chefe, com horários flexíveis?

None
Foto: iStock/Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 13/04/2018 às 10:55
Atualizado às 10:55

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Com a crise política e econômica que afeta o país, a revenda pode ser uma porta de entrada para o empreendedorismo. “O que mais atrai as pessoas para esse segmento é que nele você é seu próprio chefe, determina onde e como vai trabalhar e não precisa ter experiência anterior: basta encontrar uma linha de produtos que você se identifique e estudá-la muito bem”, afirma Luis Fernando Yamaniski, diretor da Hiroshima. Então, saiba como começar nessa área e dar adeus à preocupação com o emprego!

Mais que uma grana extra

“Com a crise, os jovens estão entrando no mercado de trabalho e se deparando com a falta de emprego. O mesmo ocorre com as pessoas que estão sendo demitidas. A revenda por catálogos passou de uma fonte de renda complementar para ser a principal receita de muitas famílias que estão nesta situação. Além de contribuir como renda extra para milhares de pessoas, também surge como principal fonte de renda para milhares de outras”, informa o diretor.

Boa renda

Os ganhos como revendedora são variáveis e dependem do esforço e da dedicação de cada um, mas
podem chegar a até oito salários mínimos, segundo Tabatha Moraes, da rede de empreendedorismo feminino Mulheres Que Decidem. Se você já tem um emprego e quer apenascomplementar sua renda, a revenda também é uma boa opção. “Basta haver dedicação, planejamento e uma boa rede de clientes. Como essa atividade não exige horário fixo, é possível trabalhar nas horas vagas e vender para conhecidos, amigos e também por meio das redes sociais”, orienta a especialista.

Passos para o sucesso na revenda

  • Conheça seu público-alvo, faça pesquisas constantes para entender quais os produtos mais procurados e mantenha um canal de comunicação com seus clientes.
  • Evite criar grupos de whatsapp incluindo todas as clientes sem permissão. “Em vez disso, convide-as para participar de sua lista de transmissão com dicas exclusivas e conteúdo relacionados ao seu produto”, sugere a coach.
  • Mais do que vender os produtos, procure fidelizar seus clientes gerando experiência. Uma forma simples de fazer isso é criar um pós venda constante, personalizando  negócio e criando uma relação de intimidade. Por exemplo: fique atenta aos gostos e estilo de suas clientes e ofereça alguma roupa, acessório, sapato ou outro item que combine com ela. “Aproveite e mostre os produtos que ela costuma comprar que estão com desconto”, recomenda Tabatha.
  • Gere conteúdo relevante e procure agregar valor às suas vendas com tutoriais em suas páginas nas
    redes sociais.
  • Mantenha-se atualizada com as tendências do mercado.
  • Só entregue o produto mediante pagamento. Venda menos no início, mas receba por tudo o que vender.
  • “Acredite nos seus sonhos e trabalhe. Faça, arregace as mangas, deixe o pessimismo de lado e persista”, aconselha o diretor.

LEIA TAMBÉM

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.