Connect with us

O que você está procurando?

Alto Astral
Como forma de auxílio e conscientização, o Instituto Maria da Penha divulgou uma campanha que retrata a violência doméstica na quarentena
- Foto: Shutterstock

Casos de violência doméstica têm aumento de 50% durante isolamento

Como forma de auxílio e conscientização, o Instituto Maria da Penha divulgou uma campanha que retrata a violência doméstica na quarentena

[PAGE TITLE]

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), o número de casos de violência doméstica na quarentena aumentou em seis estados – São Paulo, Acre, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Mato Grosso e Pará -, em comparação com o mesmo período em 2019.

A orientação de isolamento, embora seja necessária para impedir a proliferação do novo coronavírus, tem colocado milhares de mulheres em uma situação de extrema vulnerabilidade. Com os familiares dentro de casa por mais tempo, a convivência é intensificada, por vezes, ao extremo, dando espaço para discussões agressivas e tensões.

“Com mais tempo livre, o ser humano passa a valorizar o que não tem e a transferir a ideia de sofrimento a algo que ele antes almejava”, explica Flora Victoria, mestre em psicologia positiva aplicada pela Universidade da Pensilvânia. E o contexto fica mais preocupante quando o cenário caótico e o futuro incerto resultam em válvulas de escape da realidade, como o consumo excessivo de bebidas alcoólicas.

Dados sobre violência doméstica na quarentena preocupam

Além da agressão física, outras formas de brutalidade têm se mostrado alarmantes em meio a reclusão social, como a psicológica, moral, patrimonial e sexual. Só no estado de São Paulo, onde a quarentena teve início em 24 de março e possui o maior número de casos de covid-19, os atendimentos da Polícia Militar à mulheres vítimas de violência doméstica na quarentena aumentaram em 44,9%.

O total de socorros prestados passou de 6.775 para 9.817, na comparação entre o mesmo mês em 2019 e 2020. Já a quantidade de feminicídios também teve um acréscimo significativo, de 13 para 19 casos (46,2%). Informações do MMFDH (Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos), indicam um aumento de 18% sobre as denúncias recebidas entre os dias 17 e 25 de março, comparado aos dias 1 e 16 do mesmo mês. A justificativa seria a intensificação das orientações de isolamento durante esse período.

Vale ressaltar que, em ambas as datas, o órgão indicou uma elevação nos atendimentos em geral. De 3.045, o número de ligações subiu para 3.303, um percentual de 8,5%. Isso sem contar que, durante o isolamento, muitas mulheres não conseguem fazer as denúncias, o que também causa um número alto de subnotificações.

Campanha do Instituto Maria da Penha

Visando uma conscientização sobre o número alarmante de casos de violência doméstica na quarentena, o Instituto Maria da Penha, em parceria com as agências de publicidade F.biz e Vetor Zero, criou um novo projeto, chamado “Call”. O vídeo não só incentiva que mulheres façam a denúncia caso sofram com qualquer tipo de agressão, como, também, promovem uma rede de apoio, no qual outras pessoas podem auxiliar a vítima.

Na produção, a personagem Carla pede ajuda durante uma reunião de trabalho por videochamada. Alguns indícios fazem com que os seus colegas comecem a desconfiar da situação: o olhar de angústia, o nervosismo ao perceber que o marido está na sala, comportamento ansioso e a maquiagem mais forte às 10 horas da manhã (supostamente para disfarçar as marcas de violência).

“Preste atenção nos sinais. Alguém pode estar precisando de você”, diz um texto da campanha. O vídeo também pontua que houve um aumento de 50% nos casos de violência doméstica desde que o período de isolamento social intensificado. Ao final, o clipe afirma que nenhuma mulher está sozinha nessa batalha.

Como denunciar casos de violência doméstica

Os canais de denúncia continuam trabalhando para melhorar atender cada caso. Em flagrante, a Polícia Militar pode ser notificada imediatamente pela vítima ou testemunhas, por meio do telefone 190. O Ligue 180 também cede orientações e suporte para quem for necessário.

As Delegacias de Defesa e Atendimento à Mulher (DDM) permanecem com o funcionamento de 24 horas. No estado de São Paulo, o governo disponibilizou, em seu site, uma lista de endereços de todos os centros de apoio. As denúncias também podem ser registradas online.

O atendimento à distância é realizado pelo Nudem (Núcleo de Defesa das Mulheres Vítimas de Violência de Gênero) e pode ser concluído por mensagem de WhatsApp, pelo número (11) 94220-9995 e, gratuitamente, pelo 0800-773-4340.

Outra forma de auxílio as vítimas, que pode ser efetuado remotamente, é a implementação de medidas protetivas conhecidas na Lei Maria da Penha, como, por exemplo, a restrição de contato. A partir da ocorrência, a solicitação é enviada à Justiça.

Leia também:

Advertisement
Advertisement

Mais notícias interessantes como essa

Estilo de vida

Que tal alcançar seus sonhos e objetivos com mudanças de hábitos e atitudes simples? Aprenda a como juntar dinheiro no dia a dia

Receitas

A adaptabilidade das sopas nutritivas permite uma variedade enorme de combinações de ingredientes, com resultados deliciosos e saudáveis

Atualidades

Os relatos de enfermeiros mostram como é difícil estar na linha de frente no combate a uma doença como o coronavírus - que pouco se sabe sobre

Casa & Decor

Deixei o seu cantinho predileto da casa ainda mais com a sua cara com a arara de roupas para quarto. São ideias práticas, estilosas e organizadoras

Estilo de vida

Aproveite alguns objetos que você tem em casa e comece a praticar ainda hoje alguns exercícios para abdômen e deixe-o chapado

Mundo místico

Sua primeira aparição aos três pastorinhos foi no dia 13 de maio, aproveite essa data para realizar uma poderosa oração de Nossa Senhora de Fátima

Mundo místico

Ao conhecer o Preto-Velho de cada signo, você poderá presenteá-lo com uma prece ou oferenda, para, assim, receber suas graças

Moda & Beleza

Ideais para diminuir o frizz, hidratar e fortificar as madeixas, os óleos para cabelo fazem verdadeiros milagres. Confira 7 opções com diferentes benefícios