Nascidos em março, abril e maio poderão sacar FGTS neste sábado

O saque antecipado do FGTS inativo é consequência, segundo o diretor da CAIXA, do bom andamento da primeira etapa, em que 85% dos pagamentos já foram feitos

None
Foto: Divulgação

por Redação Alto Astral
Publicado em 05/04/2017 às 12:55
Atualizado às 14:35

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

A CAIXA autorizou o saque antecipado do FGTS inativo para nascidos em março, abril e maio: com essa determinação, o valor de saldo do FGTS estará disponível para saque a partir de sábado, 8 de abril. Até então, os pagamentos estavam previstos no calendário oficial apenas para a segunda-feira, 10 de abril.

A decisão da CAIXA de liberar o saque antecipado do FGTS inativo para o segundo grupo de trabalhadores é devido ao bom andamento da primeira etapa, em que mais de 85% dos trabalhadores já sacaram o benefício.

Gilberto Occhi, diretor da CAIXA, em entrevista, chamou a atenção para as diversas situações que o trabalhador poderá usar o dinheiro e destacou a proximidade do feriado de Sexta-Feira Santa, na semana seguinte.

Dinheiro, notas de 50, carteira de trabalho

Os demais pagamentos seguem o calendário oficial: 12 de maio para quem faz aniversário em junho, julho e agosto; 16 de junho para quem nasceu em setembro, outubro e novembro; e 14 de julho para quem os nascidos em dezembro – Designer: Isadora de Andrade/Colaboradora

Os números oficiais da segunda etapa do FGTS inativo

  • 7,7 milhões de trabalhadores terão direito ao saque nesta segunda etapa de pagamentos;
  • 2,3 milhões (30% do total) receberão automaticamente o dinheiro liberado porque têm poupança individual;
  • Mais de 2.000 agências do banco ficarão abertas no sábado, entre 9h e 15h;
  • Nos dias 10, 11 e 12 de abril, as agências abrirão duas horas mais cedo para colaborar com os atendimentos.

Não estranhe se o seu saldo do FGTS inativo desaparecer!

Os canais de busca da CAIXA, como o site e aplicativos, por exemplo, encaminham o visitante para informações da base do Fundo de Garantia, que pode mostrar o saldo como inativo. Isso acontece porque o banco já começou a operação que retira esse valor do Fundo de Garantia e está armazenando a quantia na própria CAIXA. Ou seja, pode ser que você faça a pesquisa hoje e não conste mais nada porque, na verdade, esse dinheiro já está no banco sendo organizado para saque. Mas não são apenas esses os problemas que algumas pessoas estão tendo, outros como o documento certo para cada valor de saque, as empresas que não deram baixa no FGTS e até problemas cadastrais estão atrapalhando o processo de trabalhadores que pretendem sacar o benefício.

LEIA TAMBÉM:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.