NOTÍCIAS

Golpe da Páscoa no WhatsApp já atinge mais de 300 mil pessoas

Falsas promoções são comuns nas redes sociais, principalmente durante datas comemorativas, em forma de golpe, como o Golpe da Páscoa. Veja algumas dicas para não cair em golpes na internet!

None
Foto: Pixabay

por Redação Alto Astral
Publicado em 14/03/2018 às 16:10
Atualizado às 15:13

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Um link tem circulado no WhatsApp nos últimos dias, prometendo um voucher de até R$ 800 para a compra de chocolates no período da Páscoa. Ao clicar, o usuário precisa responder algumas perguntas para depois, supostamente, receber o voucher e assim cair no golpe da Páscoa.

A empresa especializada em segurança digital, PSafe, analisou a falsa promoção a partir do laboratório DFNDR Lab e bloqueou o link com o antivírus da DFNDR Security, não permitindo mais o acesso das 300 mil pessoas que caíram no golpe da Páscoa nas últimas 24 horas.

Perguntas como “Qual presente é comum receber na Páscoa?” ou “O coelho da Páscoa simboliza o quê?” dão credibilidade para o golpe, fazendo com que o usuário responda e aceite o falso voucher logo em seguida. A verdade é que ao concluir, o indivíduo vai estar autorizando o recebimento de notificações de hackers, o que futuramente pode permitir algum serviço pago de SMS ou o cartão de crédito usado por criminosos.

Ações como o golpe da Páscoa são muito comuns em datas comemorativas do ano, e também podem ser aplicadas em outras redes sociais, da mesma forma. É preciso estar atento às promoções falsas que imitam as originais.

Golpe da Páscoa e outros: veja dicas para não ser enganado por falsas promoções

LEIA TAMBÉM: